GOVERNO DO ESTADO REFORÇA ASSISTÊNCIA NEONATAL NA BAHIA

GOVERNO DO ESTADO REFORÇA ASSISTÊNCIA NEONATAL NA BAHIA

Com investimento estadual superior a R$ 165 milhões na ampliação e requalificação da rede materno-infantil, a Bahia ultrapassa os 450 leitos públicos de UTI neonatal e cuidados Intermediários canguru e convencional. O cenário foi apresentado pela secretária da Saúde da Bahia, Adélia Pinheiro, na abertura do 8⁰ Simpósio Internacional Neonatal, nesta quinta-feira, 31, em Salvador.

Inauguradas nos últimos anos, juntas, as unidades Materno-Infantil Joaquim Sampaio, em Ilhéus, maternidade Maria da Conceição de Jesus, em Salvador, maternidade Frei Justo Venture em Seabra e HEC – Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana, somam mais de 150 leitos dedicados exclusivamente aos cuidados intensivos e semi-intensivos ao recém nascido.

“São leitos especializados voltados para a atenção e cuidado com os recém-nascidos, que cumprem com os objetivos de redução da mortalidade infantil, e de regionalização da saúde”, destacou a secretária Estadual da Saúde Adélia Pinheiro em fala de abertura do 8º simpósio Internacional de Reanimação Neonatal, que ocorre em Salvador até o próximo sábado, dia 2 de abril.

O evento, promovido pela Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP, foi aberto hoje, 31, pela presidente da 8ª edição do simpósio, Lícia Maria Moreira e pelas presidentes da SBP, Luciana Rodrigues e da Sociedade Baiana de Pediatria Ana Luiza Veloso Mato. Presentes também os secretários estaduais de Políticas para Mulheres, Julieta Palmeira, e do Turismo, Maurício Bacelar.

 

Foto: Divulgação