OMIE: COMÉRCIO E SERVIÇOS PUXAM DESEMPENHO DAS PMES EM 2021

OMIE: COMÉRCIO E SERVIÇOS PUXAM DESEMPENHO DAS PMES EM 2021

As receitas da Pequenas e Médias Empresas (PMEs) de comércio e serviços subiram, respectivamente, 11,7% e 13,5% em 2021 em relação ao ano anterior. Os números são do Índice Desempenho Econômico das PMEs (IODE-PMES), lançado nesta quinta-feira, 27, pela Omie, startup que oferece softwares de gestão para cerca de 100 mil negócios de menor porte no país.

Do outro lado da moeda, as receitas das PMEs ligadas à agropecuária caíram 10,7% e à Indústria, 5,9%, na mesma base comparativa. As de Infraestrutura tiveram uma leve baixa de 0,3%. Os desempenhos limitaram o resultado consolidado do índice, que fechou estável no passado ao cair 0,1% ante o ano anterior.

O desempenho das pequenas e médias empresas em 2021 foi fraco no Sudeste (0,1%) e Nordeste (-2,9%). Mas a movimentação financeira real desses negócios avançou no Sul (+4,0%), Centro-Oeste (+2,6%) e Norte (+1,8%).

A análise da Omie é baseada em dados de movimentações financeiras de contas a receber de mais de 87 mil clientes da startup com faturamento de até R$ 50 milhões anuais. Os número são deflacionados com base nas aberturas do IGP-M (FGV).

 

Foto: Reprodução