PRÉVIA DA INFLAÇÃO NA RMS TEM A MAIOR ALTA PARA JANEIRO EM 14 ANOS

PRÉVIA DA INFLAÇÃO NA RMS TEM A MAIOR ALTA PARA JANEIRO EM 14 ANOS

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), calculado pelo IBGE, ficou em 1,08% na Região Metropolitana de Salvador (RMS) em janeiro. O IPCA-15 funciona como uma prévia da inflação oficial do mês, refletindo os preços coletados entre 14 de dezembro e 13 de janeiro.

Apesar de apresentar desaceleração pelo segundo mês consecutivo (havia sido de 1,47% em novembro e 1,13% em dezembro), o índice da RMS em janeiro foi o mais alto do país entre as 11 áreas pesquisadas pelo IBGE, ficando bem acima do registrado no país como um todo (0,58%).

Esse foi o IPCA-15 mais elevado para um mês de janeiro na RMS em 14 anos – desde 2008, quando havia ficado em 1,19%.  Nos 12 meses encerrados em janeiro, o IPCA-15 acumula alta de 11,45% na RMS, apresentando aceleração frente ao acumulado nos 12 meses encerrados em dezembro (10,67%). Nesse acumulado, a RMS tem o 2º maior índice do país, atrás apenas do registrado na RM Curitiba/PR (12,80%), e está bem acima do país como um todo (10,20%)

O IPCA-15 de janeiro na Região Metropolitana de Salvador (1,08%) foi resultado de aumentos nos preços médios de todos os nove grupos de produtos e serviços que formam o índice.  O aumento que causou o maior impacto no índice geral da RMS no mês veio do grupo alimentação e bebidas (1,63%), puxado pela alimentação no domicílio (1,79%), e em especial, pelas frutas (9,90%).

 

Foto: Fabio Pozzebom/Agência Brasil