SALVADOR DEVE RECEBER 4 MILHÕES DE TURISTAS NESTE VERÃO

SALVADOR DEVE RECEBER 4 MILHÕES DE TURISTAS NESTE VERÃO

Rica em cultura, elogiada pela gastronomia e amada por suas belas praias, Salvador é uma cidade que atrai muitos turistas de várias partes do mundo. A cidade é uma das preferidas por muita gente pela beleza da Baía de Todos os Santos, ilhas e festas. Neste verão, como de costume, a capital baiana deve registrar um boom de turistas vindos de diversos lugares. A projeção de entidades do setor de turismo é que, com a maioria da população vacinada contra a Covid, neste fim de ano e início de 2022 o fluxo de turistas na cidade deve ser bom.

“A expectativa é embasada no que temos de voos. E nós vamos ter muitos voos para este verão. Tem aumentado muito o fluxo da chegada de turistas a Salvador. O que tem sido divulgado pelas grandes operadores de viagem é que Salvador está entre as principais ofertas de pacotes para este verão. Mesmo com o cancelamento do Réveillon e, provavelmente do Carnaval, as pessoas têm procurado a capital baiana como destino neste período”, disse o vice-presidente da seccional baiana da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV–BA), Jorge Pinto.

Conforme ainda o gestor, dos 79 cruzeiros que estão chegando a Salvador neste verão, a cidade vai receber semanalmente uma média de quase 5 mil turistas. “Isso dá uma visibilidade muito grande para nosso segmento de turismo. A procura tem sido muito grande. Temos tido uma chegada muito grande de turistas de carro na cidade também. Salvador é uma das cidades mais procuradas para o turismo doméstico. No termo popular Salvador vai bombar a partir já agora de dezembro”, disse. Cálculos da Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador (Secult) indicam que a capital baiana pode receber de 3,6 milhões a 4 milhões de turistas neste período.

Hotelaria

Setor importante de turismo, a hotelaria prevê que a ocupação deve ser boa. Conforme projeta a Secult, comandada pelo secretário Fábio Mota, neste verão a taxa média de ocupação hoteleira pode ser de 71,38%, em um cenário conservador, e de 79,5% de ocupação, em um cenário mais otimista. Já na avaliação do presidente da entidade que representa os hotéis da Bahia, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH), Luciano Lopes, o cenário será mais próximo dos 90% de ocupação. “O setor de hotelaria projetava com o Réveillon uma ocupação próximo a 100%. Hoje, com o cancelamento da festa, nós devemos ter uma ocupação um pouco menor. Mas ainda assim nós trabalhamos com um cenário de 90% a 92% de ocupação para esse período de verão. Logicamente que isso tudo pode mudar, pois o turismo é muito dinâmico”, avaliou Luciano.

Foto: divulgação