REIS DIZ QUE PREFEITURA SÓ PRECISA DE 30 DIAS PARA REALIZAR CARNAVAL

REIS DIZ QUE PREFEITURA SÓ PRECISA DE 30 DIAS PARA REALIZAR CARNAVAL

Prefeito afirmou que nunca estabeleceu prazo para decisão e que vai esperar o máximo para fazê-la com segurança. Diferente do setor cultural, das associações da festa e dos blocos, a prefeitura de Salvador nunca estabeleceu um prazo para tomar a decisão sobre a realização do Carnaval. Isso foi o que garantiu Bruno Reis, em coletiva à imprensa na manhã desta quarta-feira (1°), quando destacou que a gestão municipal pode organizar a festa em 30 dias.

“Nunca estabeleci prazo. Disse algumas vezes que a prefeitura tem condição de realizar o Carnaval em trintas dias. Se fosse prazo da prefeitura, seria fim de janeiro. Os demais autores envolvidos do setor cultural que colocavam como condição para participação na festa que a decisão fosse tomada em novembro”, pontuou. Ainda de acordo com prefeito, não é possível fazer um anúncio definitivo agora e nem prever uma data para este. “Hoje, não há como tomar esta decisão diante de um cenário de incerteza e indefinições. Sempre quis estender ao máximo a data limite para que possamos tomar uma decisão com segurança. Espero ainda o governador para conversarmos e avaliarmos o cenário pra ver o que pode ser feito”, completou.

Unidade de acolhimento

As falas de Bruno Reis foram dadas durante a entrega da primeira Unidade de Acolhimento Adulto (UAA), vinculada ao projeto Girassóis de Rua, nesta quarta-feira. A estrutura está localizada na Rua Guilherme Marback, na Baixa do Bonfim, na Cidade Baixa, e foi inaugurada pelo prefeito e pelo titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Leo Prates. A nova unidade funcionará 24h por dia e realizará acolhimento de forma voluntária oferecendo cuidados contínuos a pessoas com necessidades decorrentes de substâncias psicoativas, em situação de vulnerabilidade social e familiar e que demandem acompanhamento terapêutico e protetivo, através da garantia dos direitos de moradia, educação e convivência familiar e social.

Foto: divulgação