SESAB CRITICA SUSPENSÃO DE VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES

SESAB CRITICA SUSPENSÃO DE VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES

A secretária interina de saúde da Bahia, Tereza Paim, questionou nesta quinta-feira (16) a decisão do Ministério da Saúde de suspender a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades.

Segundo Paim, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab)  recebeu com surpresa a nota enviada pelo Ministério da Saúde, em que o Governo Federal volta atrás em relação à vacinação de adolescentes sem comorbidades.

“Isso [a suspensão pelo Ministério da Saúde] vai de encontro a um planejamento que vinha sendo executado no desejo da ampliação da vacinação para adolescentes de 12 e 17 anos sem comorbidades. Vários municípios já evoluíram no cadastramento e vacinação dessa população. Além disso, a nota informa que a Organização Mundial da Saúde [OMS] não recomenda essa vacinação. Fica aqui um esclarecimento para a população: vários países já vacinaram essa população. Alguns países já avançaram para crianças menores de 12 anos, com segurança e evidência científica.”, disse Paim nas redes sociais.

Além disso, a secretária informou que a Sesab se manifestou através do Congresso Nacional de Saúde (Conas) para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se posicione imediatamente sobre esse panorama. “Nós esperamos que até o final da tarde tenhamos um posicionamento da Anvisa  do Ministério da Saúde.”, finalizou Paim.

 

Foto: Reprodução/ Instagram