CÁRMEN LÚCIA DESOBRIGA LIRA DE ANALISAR IMPEACHMENT

CÁRMEN LÚCIA DESOBRIGA LIRA DE ANALISAR IMPEACHMENT

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, negou um pedido do PT, ainda de 2020, que pedia que o órgão obrigasse o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a pautar o pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro,

Segundo a ministra, a “imposição” ao presidente da Câmara feriria o “princípio da separação dos poderes”.

Os petistas argumentavam no mandado de segurança STF, que recolheu a assinatura de 159 parlamentares, que Arthur Lira se eximia das suas responsabilidades ao não colocar para votação o pedido de impeachment, que tinha como justificativa a participação de Bolsonaro em atos antidemocráticos e com pedidos de intervenção militar.