GOVERNO ADERE ACORDO PARA APOIAR NOVA MISSÃO À LUA EM 2024

GOVERNO ADERE ACORDO PARA APOIAR NOVA MISSÃO À LUA EM 2024

O governo Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15) um acordo para apoiar um programa do governo americano que prevê o envio de uma tripulação à Lua em 2024 para exploração do espaço, com fins pacíficos, transparência e divulgação de dados.

De acordo com o Ministério da Ciência e Tecnologia, o Brasil é o único país da América Latina e o 12º a assinar a parceria de adesão ao programa Artemis da Nasa, de retorno à Lua. A lista inclui, além dos EUA, Austrália, Canadá, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Coreia do Sul, Nova Zelândia e Ucrânia.

A cerimônia no Palácio do Planalto teve a participação do presidente Bolsonaro, do ministro Carlos França (Relações Exteriores) e do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman. Enviaram mensagem de vídeo o administrador da Nasa, Bill Nelson, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken.

Ele também afirmou que o plano do governo americano é que, no retorno de missões humanas à Lua, a tripulação seja formada pela primeira mulher e a primeira pessoa negra a aterrissar no satélite.

Após a cerimônia, Pontes foi questionado se a tripulação que deve viajar à Lua em 2024 será formada exclusivamente por americanos. Ele disse que sim, mas que, no âmbito do acordo, outros países podem integrar eventuais missões.

 

 

 

 

 

 

Foto Marcelo Camargo