LATINO CAUSA AO AFIRMAR QUE MACACO FOI MORTO POR MACUMBA

LATINO CAUSA AO AFIRMAR QUE MACACO FOI MORTO POR MACUMBA

O cantor Latino ficou entre os assuntos mais comentados das redes sociais na última quinta-feira (15) após um trecho da entrevista do artista para o podcast Flow viralizar.

Na ocasião, o cantor foi duramente criticado pelo “show” de intolerância religiosa que deu no programa ao afirmar que seu macaco de estimação, Twelves, foi morto em 2018 devido a um trabalho feito por alguém do candomblé.

O animal morreu ao ser atropelado por um ônibus escolar dentro do condomínio em que Latino mora, no Rio de Janeiro.

“Dizem que foi macumba. Que os caras fizeram trabalho pra mim e o macaco foi no meu lugar. Quem conhece o mundo espiritual aí pode dizer melhor. É o que uma médium e um profeta me falaram. ‘Fizeram um bagulho pra tentar levar tua vida e ele pediu pra ir no teu lugar’. O macaco nunca saiu de casa, tomava café comigo, tinha uma vida como se fosse filho. Fiquei muito mal”, contou o artista.

Latino, que se considera uma pessoa espiritualizada e chega a realizar célula evangélica em casa para se comunicar com Deus, disse respeitar todas as religiões, mas em outro momento voltou a ser intolerante com as religiões de matriz africana.

“Nessa parada de centro espírita, nesse bagulho de macumba, os caras fazem trabalhos pesados pra infernizar a vida do outro. E aí fizeram um trabalho, sei lá, de ebó… Sei lá que porra que chama essa merda de ‘macumbaria’. Eu não acredito nessa porra. Acredito que o mal está na gente (…) Ficar falando da vida alheia. A gente vê muito no meio artístico”.

Na web, internautas questionaram a relevância do intérprete de ‘Me Leva’ para alguém se preocupar a ponto de fazer um trabalho desejando mal para ele.

foto: Instagram