ESTRATÉGIA DE ZÉ RONALDO PARA COMPOR CHAPA DE ACM NETO PODE PASSAR POR BOLSONARO

ESTRATÉGIA DE ZÉ RONALDO PARA COMPOR CHAPA DE ACM NETO PODE PASSAR POR BOLSONARO

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Reinaldo, um dos articuladores da reeleição de Colbert Martins na cidade, definiu de forma cristalina, em entrevista que deu ao jornal Tribuna da Bahia nesta segunda-feira, sua estratégia para as eleições majoritárias de 2022.

Em relação ao quadro nacional, Ronaldo mostrou sua simpatia pelo presidente Jair Bolsonaro, elogiando sua ação na pandemia que teria salvado prefeituras e governos com a ajuda financeira e o auxílio emergencial. O ex-prefeito de Feira desqualificou possíveis candidatos à presidência, afirmando que Ciro Gomes é preparado, mas fala demais e dizendo que candidatos paulistas teriam dificuldade em acenar ao eleitorado do Nordeste, levantando, inclusive, a hipótese do governador João Dórea não sair candidato. Tudo isso após afirmar que se Bolsonaro deixar de falar muito teria chances de se reeleger. A afirmação mantém a dubiedade que hoje caracteriza a posição do DEM em relação ao apoio ou não ao presidente Bolsonaro.

Em termos locais, José Ronaldo disse com todas as letras que deseja fazer parte da chapa de ACM Neto que vai disputar o governo do Estado. O grande problema é que para compor uma chapa competitiva Neto precisaria de alianças com vários partidos e teria de negociar as posições de vice-governador e senador com eles. Sendo um quadro do DEM, o ex-prefeito estaria de fora, afinal, o partido que já teria a cabeça de chapa.

Mas na entrevista ele dá a solução para o problema, ao dizer que não descarta sair do DEM para ingressar em outro partido abrindo a porta para várias especulações. Uma delas seria ingressar no partido que o Presidente Bolsonaro escolher para disputar as eleições e assim viabilizar uma aliança entre Neto e Bolsonaro. O prefeito ACM Neto ainda não mostrou simpatia total por essa linha de raciocínio, está do lado oposto ao do Presidente na eleição para as duas casas no Congresso Nacional e vem criticando com frequência as atitudes de Bolsonaro, especialmente no que se refere à sua ação na pandemia e com relação aos costumes, mas não descarta uma aliança especialmente se Bolsonaro deixar “os extremos”. Veja aqui.

O fato é que José Ronaldo, várias vezes prefeito da segunda maior cidade da Bahia e um dos artífices da reeleição do prefeito Colbert Matins, é um jogador experiente e já disse que quer um lugar na chapa de ACM Neto que vai disputar o governo do Estado.

Veja Também:  José Ronaldo elogia Bolsonaro e diz que quer lugar na chapa de ACM Neto