ENTREVISTA COM NARA IACHAN, FUNDADORA DA PLATAFORMA CUPONERIA DE CUPONS DE DESCONTO NO BRASIL

ENTREVISTA COM NARA IACHAN, FUNDADORA DA PLATAFORMA CUPONERIA DE CUPONS DE DESCONTO NO BRASIL

Por: João Paulo Almeida

Bahia Econômica –  Qual a expectativa para a black Friday nesse momento de pandemia?

Nara Iachan – Como as pessoas esperam para comprar nessa data, esperamos para o Black Friday uma demanda muito alta, assim como nos outros anos. O que acontece, porém, é que alguns dos produtos e serviços que tinham vendas altas em outros anos devem dar espaço a outros. Esperamos uma queda, por exemplo, em viagens, enquanto que alguns produtos de utilidade doméstica, móveis, cursos on-line e cosméticos devem superar as expectativas. Smartphones e notebooks também devem surpreender este ano.

BE- Como os lojistas devem se preparar para o momento?

NI – O Black Friday tem uma tradição de vender mais no e-commerce e este ano não será diferente. Como a entrada em lojas está limitada a uma quantidade pequena de pessoas, o ideal é que quando possível os lojistas direcionem suas vendas para plataformas online.

BE- Quais as novidades que podem ser apresentadas pelo mercado?

NI – As mudanças de comportamento da pergunta. O mercado está com hábitos bastante mudados, principalmente no perfil de consumo: pessoas buscam coisas para fazer elas próprias (como se cuidar em casa, decorar a casa, cozinhar, etc.). Além disso, o consumo está cada vez mais no mundo online – até quem já comprava em e-commerce passou a comprar mais. Para garantir sucesso, as lojas precisam ter boa usabilidade em seus canais digitais.

BE – Como avalia a antecipação da Black Friday de 2020?

NI – Bastante estratégica, pois setembro costuma ser um mês de vendas baixas por não ter nenhum evento especial (como dia das mães, natal, etc.).

BE-Como o consumidor pode se prevenir para não cair em golpes no evento?

NI – Pesquisar os preços antes da data costuma ser sempre uma excelente opção.

BE- Como avalia o atual momento do e-commerce no Brasil?

NI – Muitos sites multiplicaram suas vendas por 5 e ainda há espaço para muito crescimento. Mas é importante priorizar a boa experiência do usuário, esse é o ponto.

Foto: divulgação