CONSTRUÇÃO DE TERMINAL NÁUTICO TEM INÍCIO EM CACHOEIRA    

CONSTRUÇÃO DE TERMINAL NÁUTICO TEM INÍCIO EM CACHOEIRA    

As obras de construção do terminal náutico de Cachoeira, com implantação do canteiro às margens do Rio Paraguaçu, tiveram início nesta quinta-feira (15), com a presença do secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco.

O projeto, que tem investimento em torno de R$ 3,3 milhões, é realizado com recursos  do Prodetur Nacional – Bahia, financiado através do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) -, que executa mais outras 12 obras ao longo da Baía de Todos-os-Santos (BTS). O programa, desenvolvido pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur), beneficia 18 municípios que fazem parte desta importante zona turística.

Além da construção do terminal, que contará com ponte de acesso, ponte móvel e flutuante principal, o projeto prevê toda a requalificação urbanística e paisagística do seu entorno, como jardins, plantio de árvores, obras de drenagem das águas pluviais para preservar toda a pavimentação que será realizada no local, bem como iluminação pública, dentre outras intervenções.

Na ocasião, o secretário Fausto Franco ressaltou a importância da intervenção para movimentar o turismo na localidade e lembrou que o Rio Paraguaçu, genuinamente baiano, já foi a principal via de transporte e comunicação de toda a região. “Com essas obras ele voltará a movimentar a economia náutica, na qual está inserido o turismo, encurtando a distância entre Salvador e fazendo essa conexão com Salinas da Margarida, Maragojipe e a Ilha de Itaparica”, afirmou.

O rio nasce no município de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, segue em direção norte pelos municípios de Ibicoara, Mucugê e Andaraí e muda de direção para oeste e leste, atravessando o município de Cachoeira e desembocando na Baía de Todos-os-Santos, entre Maragojipe e Saubara.

Para empresários e profissionais do turismo de Cachoeira, a obra contribuirá para movimentar o turismo náutico do local. “Esta, que é uma obra tão esperada, com certeza vai alavancar nosso turismo”, disse Alexandro Simão, presidente da Associação de Guias e Condutores de Turismo do Recôncavo. Já o empresário Daniel Santana afirmou que o terminal colocará fim a uma reclamação antiga dos turistas que chegam de barco: “Eles sempre falam que Cachoeira é tão perto de Salvador, mas quando chegam aqui não encontram infraestrutura e acabam tendo que pisar na lama para descer das suas embarcações”.

Foto: Divulgação