‘ESPERO FIRMEZA DOS PREFEITOS PARA NÃO SUPERLOTAR UTIs DE SALVADOR’, DIZ ACM NETO

‘ESPERO FIRMEZA DOS PREFEITOS PARA NÃO SUPERLOTAR UTIs DE SALVADOR’, DIZ ACM NETO

O prefeito de Salvador, ACM Neto, pediu hoje (9) maior firmeza das ações de prevenção ao novo coronavírus aos prefeitos do interior do estado. “A grande concentração de leitos estão na capital. Desde o inicio coloquei que não faria restrições de atendimento hospitalar para quem vem do interior. São vidas humanas que importam do mesmo jeito. Mas, não podemos pagar o preço de eventuais decisões não tão firmes de outros prefeitos. Espero firmeza dos prefeitos para que não haja uma superlotação das UTIs de Salvador e, claro, a gente tenha condição de retornar as atividades”, disse.

O gestor informou que 58% dos leitos em Salvador são de moradores da capital e 42% de pacientes do interior.

O apelo acontece no momento em que a prefeitura tenta efetivar o controle das ocupações de leitos de UTIs para promover a primeira fase do protocolo de reabertura do comércio. Para promover a retomada econômica é necessária a ocupação de 75% totais dos leitos na cidade por cinco dias seguidos.

“Essa taxa pode e vai cair, se Deus quiser, pela oferta de novos leitos, e estamos correndo para isso. Quero 75 novos leitos até o fim do mês, 10 destes já foram ativados, mas a gente mantém a taxa de ocupação em 80%”, afirmou Neto.

Já a rede particular de saúde na cidade alcançou estabilidade na taxa de ocupação de leitos. “A rede privada passou muito tempo na casa dos 80%. Agora há uma aparente estabilização em 70%, uma queda considerável”, avaliou o prefeito.

Foto: Valter Pontes/ Secom