CONSÓRCIO É HABILITADO PARA CONSTRUÇÃO DA PONTE SALVADOR- ITAPARICA

CONSÓRCIO É HABILITADO PARA CONSTRUÇÃO DA PONTE SALVADOR- ITAPARICA

O consórcio formado por três empresas chinesas que venceu o leilão para construção, operação e manutenção da ponte Salvador-Itaparica foi habilitado, de acordo com publicação no Diário Oficial do Estado de hoje (7). O contrato é feito por meio de Parceria Público-Privada (PPP), na modalidade de concessão patrocinada. O consórcio é formado pelas empresas China Railway 20 Bureau Group Corporation – CR20; CCCC South America Regional Company S.Á.R.L – CCCC SOUTH AMERICA e China Communications Construction Company Limited – CCCCLTD.

O grupo terá um ano para elaborar o projeto e outros quatro anos para construir o equipamento. O consórcio será autorizado para gestão e administração da ponte durante 30 anos. O investimento será de R$ 5,4 bilhões e o aporte do Estado será de R$ 1,5 bilhão. A previsão é que sejam gerados sete mil empregos durante a obra nesta ponte que será a segunda maior da América Latina.

Integração viária

A ponte, com 12.3 quilômetros de extensão, vai ser incluída no Sistema Viário do Oeste, que também contempla a implantação dos acessos ao equipamento em Salvador, por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001, junto com uma nova rodovia expressa, e a interligação com a Ponte do Funil, que também será revitalizada. De acordo com o governo, a construção da ponte pretende encurtar o tempo de deslocamento em cerca de 100 quilômetros, beneficiando de imediato 250 municípios e 10 milhões de pessoas das regiões Oeste, Sudoeste, Sul e Extremo Sul.