quarta, 19 de junho de 2024
Euro 5.8447 Dólar 5.4427

IGOR CARNAÚBA:O NOVO TÉCNICO DO BAHIA

Redação - 05/04/2019 02:51 - Atualizado 08/04/2019

A eliminação na Copa do Nordeste contra o já eliminado e algoz Sampaio Corrêa, custou o cargo de EndersonMoreira sob o comando técnico da equipe. A torcida encheu o antigo treinador de culpa pela segunda desclassificação em menos de quatro meses, já que o rendimento do Bahia oscilou bastante esse ano e, em teoria, o elenco é melhor que o de 2018. A diretoria, assim, contratou Roger Machado para substituir Endersonno cargo. Será que este técnico irá resolver todos os problemas do Esquadrão?

Roger Machado iniciou sua carreira como técnico em 2014. De lá até então, possuiu três passagens de relevância. No Grêmio, conseguiu levar o clube à Libertadores ao deixar o Tricolor gaúcho na terceira posição do Brasileirão de 2015. Na competição sul-americana, conseguiu classificar a equipe para o mata-a-mata, mas foi eliminado já nas oitavas pelo Rosário Central, da Argentina, e também perdeu o estadual de 2016 nas semifinais contra o Juventude. Em seguida, no Atlético Mineiro e no Palmeiras, abandonou as equipes no meio da tabela do Campeonato Brasileiro, ao contrário do que aconteceu no clube rio-grandense. Conseguiu ganhar o estadual com o Galo em 2017, porém, no Palmeiras, perdeu a final do Paulistão contra o Corinthians, no ano passado.

O técnico é conhecido por ser estudioso e moderno, perfil almejado para assumir esse cargo por parte diretoria de Bellintani ao longo do seu mandato, por onde já passaram três treinadores (Guto Ferreira, Enderson e agora Roger). O Bahia normalmente costuma se dar bem por um período com trabalhos assim. Por haver ganho um estadual e acumular uma classificação a Libertadores, Roger Machado ganha um voto de confiança da torcida tricolor, mesmo que a sua campanha em alguns estaduais e em mata-a-mata tenham deixado a desejar. Inclusive, seu primeiro desafio será uma partida de volta em competição eliminatória. Terça-feira (9), o Bahia recebe o CRB após empatar com a equipe alagoana na ida por 1×1, sob o comando do técnico interino. Caso vença, Roger aumentará as expectativas da torcida, além de passar para quarta fase do torneio, uma antes das oitavas-de-final.  Caso confirme a classificação, após o término do Baianão, o Bahia terá duas competições para administrar, ao contrário de quatro (como ocorreu no ano passado por ter ido longe na Copa do Brasil e Sulamericana), e, até por isso uma campanha regular para ruim no Brasileirão de pontos corridos não será perdoada.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.