JUSTIÇA DECIDIRÁ SOBRE IMBRÓGLIO NO AEROPORTO DE SALVADOR

JUSTIÇA DECIDIRÁ SOBRE IMBRÓGLIO NO AEROPORTO DE SALVADOR

Está nas mãos da juíza Luciana de Carvalho Correia de Mello, da 4a Vara Cível e Comercial de Salvador, a definição sobre o imbróglio envolvendo a exploração de um terreno de seis mil metros quadrados do Aeroporto de Salvador por um posto de gasolina. A magistrada recebeu um pedido da 3L Comércio de Combustíveis e Lubrificantes, empresa da família do empresário Latif Abud, para permanecer no local, apesar do término do prazo de vigência do contrato previsto para o início de março. A concessionária Vinci Airport quer abrir a área para propostas de novos concorrentes. A juíza poderá ainda remeter o processo para a Justiça Federal por se tratar de disputa envolvendo área pertencente à União.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.