DÓLAR OPERA EM QUEDA; BOVESPA SOBE E RENOVA PATAMAR RECORDE

DÓLAR OPERA EM QUEDA; BOVESPA SOBE E RENOVA PATAMAR RECORDE

O dólar opera em queda nesta segunda-feira (7), após ter fechado no menor patamar desde o início de novembro na última sessão. O mercado monitora as apostas de que a elevação dos juros nos Estados Unidos será menor que o esperado, e na expectativa do encontro entre representantes dos EUA e China sobre a disputa comercial.

Às 10h15, a moeda norte-americana recuava 0,38%, vendida a R$ 3,7020. Na mínima do dia até o momento, o dólar atingiu R$ 3,6980. Na sexta-feira, a moeda norte-americana recuou 1,02%, vendida a R$ 3,7160. Foi o menor patamar de fechamento desde 1º de novembro (R$ 3,6943). Na máxima da sessão, o dólar chegou a R$ 3,785, e na mínima foi a R$ 3,7095.

O principal indicador da bolsa brasileira, a B3, opera em alta nesta segunda, acima de 92 mil pontos, renovando o patamar recorde, em meio a expectativas positivas relacionadas à economia brasileira com o novo governo e perspectivas favoráveis sobre a economia e juros nos EUA. Às 10h52, o Ibovespa subia 0,56%, a 92.358 pontos.

O destaque de alta era da Vale e da Petrobras, com avanço de mais de 1% nas ações. Desde o começo do ano, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira tem renovado máximas. Do dia 28 de dezembro, último pregão de 2018, quando fechou no patamar de 87 mil pontos, o Ibovespa saltou para 91 mil pontos em 2019 e fechou nesse patamar nas últimas três sessões. Na sexta-feira, o Ibovespa subiu 0,3%, aos 91.840 pontos. Na primeira semana do ano, o índice ganhou 4,61%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.