JUDÔ BAIANO É DESTAQUE NO CAMPEONATO BRASILEIRO SUB-15

JUDÔ BAIANO É DESTAQUE NO CAMPEONATO BRASILEIRO SUB-15

A Bahia conseguiu a 4ª colocação entre os homens no Campeonato Brasileiro Sub-15, que aconteceu nos dias 01 e 02 de setembro, em Blumenau, Santa Catarina. Com um total de 11 judocas, entre homens e mulheres, a delegação baiana ficou em sétimo lugar no ranking geral da competição, uma boa colocação entre os 26 estados brasileiros e 364 atletas na disputa.

Colaboraram para os números positivos os excelentes desempenhos dos judocas Filipe Góes, ao conquistar a prata na categoria -40kg (Ligeiro), e Gustavo Correia, com a medalha de ouro na -73kg (Pesado).

Filipe Góes, treinado pelo professor Maicon França, do judô do Vitória/EBSMP, esteve em dia inspirado e venceu quatro lutas, perdendo a final por pontuação mínima. Foi o melhor resultado da carreira do judoca, que chegou a ser bronze no Brasileiro Sub-13, em 2016.

Com a prata, Góes poderá escolher entre o Pan-Americano ou o Sul-Americano de Judô, que vão acontecer de 15 a 18 de novembro, em Guayaquil, no Equador, e representará a Bahia na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEBS), em Natal, Rio Grande do Norte, por ter sido campeão em sua categoria na seletiva baiana no último dia 25, no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas.

Já Gustavo Correia chegou ao topo do pódio disputando quatro lutas e vencendo todas! Com 3 Ippons e um Shido, o judoca de 14 anos, treinado pelo professor Flávio Chastinet Pinheiro, da academia Nova União, garantiu o ouro no peito e é outro que está classificado para o Pan-Americano da categoria e para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEBS), em Natal-RN, já que também foi o campeão da categoria na seletiva baiana no último dia 25, no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas.

“Enfrentei atletas bastante preparados mentalmente e fisicamente e o frio foi outro fator que dificultou. Treino, em média, três vezes por semana em torno de uma hora e meia a duas horas, principalmente com atletas de faixas mais graduadas, buscando aprimoramento”, destacou o atleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.