NÃO DÁ MAIS PARA ADIAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, DIZ BARROSO

NÃO DÁ MAIS PARA ADIAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, DIZ BARROSO

Para Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), “não dá mais para adiar a reforma da Previdência”. Em sua opinião, o debate não deve ser ideológico ou filosófico, porque a Previdência custa mais de 50% do orçamento público, mais do que o somatório de todos os programas sociais de governo.

“O ideal era que ela tivesse sido feita para que o próximo governo não gastasse tempo com isso”, afirmou Barroso. Segundo o Estadão, o ministro ainda destacou a necessidade de o País implementar a reforma Tributária e complementou que o Brasil precisa desenvolver uma agenda social.

“Precisamos de menos Estado e mais iniciativa privada, isso contribui para a corrupção. O Estado é um gestor ineficiente de recurso público. Mas também precisamos convencer a iniciativa privada a viver num Estado capitalista. A presença do Estado dificultou o surgimento de uma mentalidade ousada”, disse ele.

Para Barroso, o modelo econômico brasileiro é de financiamento público, de reserva de mercado e desoneração. “Isso é socialismo para ricos. Temos que substituir ideias obsoletas, dogmáticas por ideias progressistas. Precisamos saber o que produz melhor resultado para as pessoas”, complementou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.