GREVE DOS CAMINHONEIROS VAI PARALISAR VÁRIAS ATIVIDADES NESTA SEGUNDA
RUI DIZ QUE GOVERNO ESTÁ DIMINUINDO TRANSTORNOS DA GREVE DOS CAMINHONEIROS
GREVE DOS CAMINHONEIROS GERA PREJUÍZO DE R$10 BILHÕES NA ECONOMIA

COMO FAZER PARA SOBRAR DINHEIRO NO FIM DO MÊS





GREVE DOS CAMINHONEIROS VAI PARALISAR VÁRIAS ATIVIDADES NESTA SEGUNDA
GREVE DOS CAMINHONEIROS VAI PARALISAR VÁRIAS ATIVIDADES NESTA SEGUNDA

 A greve de caminhoneiros continua paralisando as atividades na Bahia e na capital. Várias instituições de ensino, inclusive a UFBA, suspenderam as atividades a partir de amanhã e órgãos em Salvador e na região metropolitana anunciaram a suspensão de expedientes nesta segunda-feira (28). A falta de combustível continua em vários postos de Salvador, embora alguns deles já tenham sido reabastecidos e grandes filas se formam para quem está disposto a abastecer seus veículos. Alguns postos, como o posto Mataripe no Ogunjá e o posto Namorado, na Pituba e outros estão com grandes filas, mas abastecendo.

O governo do Estado afirmou que as escolas da rede estadual terão as aulas mantidas, conforme declaração do governador Rui Costa. A Prefeitura de Salvador informou que as escolas e órgãos públicos da administração municipal irão funcionar normalmente nessa segunda-feira e que  a expectativa é que 80% da frota de ônibus esteja em operação. Mas varias colégios e universidades privadas já suspenderam as aulas.

RUI FAZ CRITICA POLÍTICA E DIZ QUE POLÍTICA DA PETROBRAS É DESASTROSA
RUI FAZ CRITICA POLÍTICA E DIZ QUE POLÍTICA DA PETROBRAS É DESASTROSA

Em entrevista coletiva neste domingo, o governador Rui Costa não se limitou a mostrar o que o estado está fazendo para minorar os efeitos da crise dos caminhoneiros, mas partiu para a critica política.  Chamou de desasatrosa a política de preços Governo Federal e da direção da Petrobras e aproveitou para criticar a política da estatal na Bahia.

Disse que a produção da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) foi reduzida em 50% e questionou a razão na queda da produção. O governador disse que o ideal seria uma política de preço da Petrobras que garanta preços acessíveis ao povo brasileiro, como era feito no governo da presidente Dilma Rousseff quando a estatal subsidiava o preço dos derivados.

GOVERNADOR DIZ QUE ABASTECIMENTO DEVE SE REGULARIZAR COM ESCOLTAS
GOVERNADOR DIZ QUE ABASTECIMENTO  DEVE SE REGULARIZAR COM ESCOLTAS

O governador disse que a normalidade na chegada e saída no transporte de carga da refinaria e centrais de abastecimento  deve ocorrer já a partir deste domingo. “Ao longo da semana, essa situação deve ser normalizada. Já é possível ver filas nos postos credenciados a abastecer a frota pública, como ambulâncias e viaturas. Hoje à tarde, já passa a chegar combustível em todos os outros postos. Posso garantir a segurança e escolta para a movimentação desses transportadores”.

Dentre as ações desenvolvidas pelo Estado, para assegurar a normalidade dos serviços públicos essenciais à população, está a realização de escoltas, por forças de segurança estaduais, a carretas que transportam combustível para abastecer viaturas, ambulâncias, ônibus, entre outros, até Salvador e cidades da região metropolitana e interior.

O governador deu entrevista coletiva acompanhado do secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa; do comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão; e da delegada corregedora-chefe da Polícia Civil, Kátia Brasil.

RUI DIZ QUE GOVERNO ESTÁ DIMINUINDO TRANSTORNOS DA GREVE DOS CAMINHONEIROS
RUI DIZ QUE GOVERNO ESTÁ DIMINUINDO TRANSTORNOS DA GREVE DOS CAMINHONEIROS

 

Em entrevista coletiva realizada no Centro de Operações e Inteligência (COI) de Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, o governador Rui Costa fez um balanço das ações dos órgãos estaduais, que, segundo ele, estão trabalhando para diminuir os transtornos causados à população pela greve dos caminhoneiros. Mas o governador focou sua fala nas criticas à Petrobras.

“Me solidarizo com todos os brasileiros e baianos que estão indignados com a situação que o Brasil está vivendo. Esta política de preços praticada pela Petrobras é irracional. Não é normal ter havido 11 aumentos no preço dos combustíveis nos últimos 17 dias. Porém, mesmo com essa reivindicação legítima por parte dos caminhoneiros, não podemos deixar que os serviços públicos e a garantia da vida humana e animal sejam afetados”, afirmou o governador.

Segundo o governador foi determinado a liberação de todas as vias estaduais e de acesso ao Polo Petroquímico, com o intuito de permitir que os transportes de combustíveis circulem normalmente. Além disso, o governo vai transformar em um ato legal a não-cobrança de pedágio do terceiro eixo quando o caminhão estiver vazio e o terceiro eixo estiver levantado.

SITUAÇÃO DO COMBUSTÍVEL DE SALVADOR COMEÇA A SE NORMALIZAR. AEROPORTO E POSTOS DE COMBUSTÍVEL RECEBEM CAMINHÕES NESTE DOMINGO
SITUAÇÃO DO COMBUSTÍVEL DE SALVADOR COMEÇA A SE NORMALIZAR. AEROPORTO E POSTOS DE COMBUSTÍVEL RECEBEM CAMINHÕES NESTE DOMINGO

Uma boa notícia para quem está com o tanque de seus carros vazios. Os postos de Salvador receberam combustível durante a manhã deste domingo (27). Contudo, de acordo com o Sindicombustíveis Bahia, ainda não é possível assegurar que o abastecimento vai voltar ao normal a curto prazo.

Ontem, a Polícia Militar da Bahia realizou a operação de escolta de caminhões-tanque que levaram combustível da refinaria de Mataripe, no município de São Francisco do Conde, para o Aeroporto Internacional de Salvador. Acionada pela Vinci Airports – em busca de apoio do governo estadual diante das dificuldades decorrentes da crise nacional de abastecimento -, a Secretaria do Turismo da Bahia articulou todos os detalhes da logística, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública.

O secretário estadual do Turismo, José Alves, afirmou neste domingo (dia 27) que as medidas adotadas para abastecer o aeroporto de combustível asseguram os pousos e decolagens que estavam previstos para os próximos cinco dias, evitando prejuízos aos baianos e turistas que têm viagens programadas. Os caminhões chegaram ao aeroporto no sábado, por volta das 22h.

Durante esta semana, o terminal aeroportuário da capital baiana funcionou como hub (centro) de abastecimento de aeronaves de outras rotas, suprindo a falta de combustível em alguns  aeroportos brasileiros motivada pela greve nacional dos caminhoneiros. Aviões que saíram de Brasília e de Recife, com destino a Lisboa (Portugal), por exemplo, mudaram o trajeto para fazer escala de abastecimento na capital baiana. “O Aeroporto de Salvador está exercendo muito bem o seu papel de líder regional”, resumiu o secretário José Alves

DEPUTADOS DA OPOSIÇÃO AFIRMAM QUE GOVERNADOR FICOU OMISSO FRENTE À CRISE
DEPUTADOS DA OPOSIÇÃO AFIRMAM QUE GOVERNADOR FICOU OMISSO FRENTE À CRISE

 

Os deputados federais e estaduais da oposição estão cobrando do governador Rui Costa que assuma sua responsabilidade diante da crise. Segundo o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) o governador não adotou qualquer medida prática. “O governador Rui Costa ficou omisso a semana toda e vem agora com conversa fiada, sem nenhuma medida prática para aliviar o sofrimento dos baianos decorrente do movimento dos caminhoneiros”, disse. Aleluia disse que Rui Costa aumentou a carga tributária dos combustíveis na Bahia e disse que a alíquota de ICMS na Bahia  sobre combustíveis é a maior do Brasil.

Já o líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Luciano Ribeiro (DEM), disse que o governador transmite omissão, diante dos problemas.  “O governador precisa parar de se esconder e enfrentar a crise da falta de combustível que atinge a Bahia. O que governo tem feito para minimizar os efeitos dessa crise? Quais os planos de atendimento, em relação aos serviços básicos para a população? Ainda não disse qual medida irá tomar. Será que aqui o governador vai esperar as coisas piorarem para tomar uma atitude?, questionou.

GREVE DOS CAMINHONEIROS GERA PREJUÍZO DE R$10 BILHÕES NA ECONOMIA
GREVE DOS CAMINHONEIROS GERA PREJUÍZO DE R$10 BILHÕES NA ECONOMIA

O prejuízo causado pela greve dos caminhoneiros em todo o Brasil já chega a R$ 10,2 bilhões. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo hoje (27) e tem como base as primeiras estimativas realizadas pelos setores. Segundo a publicação, as áreas da construção e da indústria de carnes foram as mais afetadas.

Cada uma acumulou um rombo de, pelo menos, R$ 2,4 bilhões. Já na indústria automotiva, o valor chegou a R$ 1,25 bilhão. No mundo têxtil e na produção de leite, houve prejuízo de R$ 1,2 bilhão e R$ 1,13 bilhão, respectivamente.

Ainda de acordo com a publicação, na indústria farmacêutica, o prejuízo chegou a R$ 1 bilhão. Na produção de café, R$ 546 milhões; comércio eletrônico, R$ 280 milhões; e setor aéreo, R$ 50 milhões. Os caminhoneiros protestam desde o início da semana passada contra o valor dos combustíveis. Os motoristas seguem parados nas estradas, sem previsão para voltar a circular.

PETROLEIROS DECIDEM ENTRAR EM GREVE POR 72 HORAS
PETROLEIROS DECIDEM ENTRAR EM GREVE POR 72 HORAS

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), representante de empregados da Petrobras, decidiu entrar em greve a partir de 0h da próxima quarta-feira. A paralisação nacional deve durar 72 horas. A lista de reinvidicações inclui a redução dos preços do gás de cozinha e dos combustíveis e a saída imediata do atual presidente da Petrobras, Pedro Parente. O movimento também é contrário a uma possível privatização da empresa.

“A greve de advertência é mais uma etapa das mobilizações que os petroleiros vêm fazendo na construção de uma greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria. Os eixos principais do movimento são a redução dos preços dos combustíveis, a manutenção dos empregos, a retomada da produção das refinarias, o fim das importações de derivados de petróleo, não às privatizações e ao desmonte da Petrobras e pela demissão de Pedro Parente da presidência da empresa”, diz o comunicado divulgado pela entidade neste sábado.

A federação também critica a presença das Forças Armadas nas refinarias, o que classifica como “grave ataque ao Estado Democrático de Direito”, e exige a saída das tropas militares das intalações da Petrobras. Neste domingo, segundo a FUP, as trocas de turnos serão atrasadas em quatro refinarias e fábricas de fertilizantes que estão em processo de venda: Rlam (BA), Abreu e Lima (PE), Repar (PR), Refap (RS), Araucária Nitrogenados (PR) e Fafen Bahia. Na segunda-feira, também serão realizados atos públicos e mobilizações na Petrobras.

Neste sábado, trabalhadores da Refinaria da Petrobras Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, no Rio Grande do Sul, decidiram não fazer a troca do turno das 7h em solidariedade ao movimento de greve dos caminhoneiros. Não houve também a troca do turno que seria às 16h. A refinaria, contudo, continuou operando normalmente com as equipes que não foram rendidas em seus respectivos turnos.

PREÇO DO DIESEL SOBE MESMO COM PARALISAÇÃO DE CAMINHONEIROS
PREÇO DO DIESEL SOBE MESMO COM PARALISAÇÃO DE CAMINHONEIROS

Os preços do óleo diesel nos postos do Brasil aumentaram, em média, 5,36% nesta semana. Esse impacto nas bombas ocorreu mesmo após a Petrobras ter reduzido os preços de venda do produto em 10% em suas refinarias, desde o último dia 25. Segundo dados da pesquisa mais recente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), na semana de 13 a 19 de maio, o óleo diesel era comercializado a R$ 3,595 nos postos. Já no período entre 20 a 26 de maio, o preço passou para R$ 3,788: quase R$ 0,20 a mais. Em nível estadual, o combustível também apresentou aumento no Rio nesta semana. O diesel, que até 19 de maio era comercializado a R$ 3,748, passou a ser vendido por R4 3,888: um aumento de 3,73%.

GRANJAS FICAM SEM ALIMENTOS E MILHARES DE FRANGOS MORREM NA BA
GRANJAS FICAM SEM ALIMENTOS E MILHARES DE FRANGOS MORREM NA BA

Milhares de frangos morreram na Bahia nos últimos dias em decorrência da paralisação dos caminhoneiros, que chegou ao 6º dia, e da consequente dificuldade de abastecimento das granjas de regiões produtoras, segundo informações divulgadas pela Associação Baiana de Avicultura (ABA).

O órgão informa que, por causa dos bloqueios dos caminhões em rodovias federais e estaduais de todo o país, as granjas ficam desabastecidas, sem milho, sorgo e sem insumos para alimentaar as aves. Mortes de frangos já foram registradas em granjas dos municípios de Conceição da Feira, Santo Antônio de Jesus, e Governador Mangabeira. Conforme a ABA, somente no município de Governador Mangabeira foram contabilizadas, neste sábado, cerca de 50 mil aves mortas.

Caçambas e até uma retroescavadeira foram utilizadas para retirar os animais mortos dos locais. O órgão disse que não é possível, ainda, precisar quantas aves já morreram em todo o estado e nem o prejuízo. “A situação nos planteis está calamitosa, muito preocupante, porque, com a greve, não chega ração. As aves morrem em questão de horas. E, se continuar desse jeito, vai virar caso de saúde pública, porque não vai local onde descartar tantas aves mortas”, disse a diretora executiva da ABA, Patrícia Nascimento.

Em toda a Bahia, segundo a ABA, há 12 frigoríficos de frangos e 485 granjas. Eles abastecem o mercado baiano, o de estados vizinhos e até importam para outros países. Em muitos deles, segundo o órgão, o estoque de alimentos para as aves terminou na sexta-feira (26). “Cada um tem uma situação diferente, de armazenamento de frango, de estoque de alimentos, de ração. Uns conseguem ter mais dias de ração e outros já estão há três ou quatro dias sem alimento já. É uma situação preocupante, porque não tem como resolver até que as estradas sejam liberadas”, destacou Patrícia.

BAHIA ENTRA NO 7° DIA DE MANIFESTAÇÃO DE CAMINHONEIROS COM TRECHOS BLOQUEADOS
BAHIA ENTRA NO 7° DIA DE MANIFESTAÇÃO DE CAMINHONEIROS COM TRECHOS BLOQUEADOS

A paralisação dos caminhoneiros na Bahia entra neste domingo, 27, no sétimo dia. Ontem houve escoltas para fazer as carretas de combustíveis chegar a alguns postos das capitais, mas apenas para abastecer viaturas policiais e outros veículos de serviços básicos. Houve confusão no Posto Escola na Av. Tancredo Neves, com muitos veículos e motos a espera de liberação do combustível que havia chegado, mas o posto limitou-se a abastecer os carros de serviços.

Neste momento, na BR 116 Sul, existem cidades com manifestação de caminhoneiros em andamento e com restrição de passagem para veículos de carga em localidades como Santo Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções, Manoel Vitorino e Vit. da Conquista.  Na BR 324, há manifestação dos caminhoneiros com faixa da direita interditada sentido Feira de Santana. As informações são da Via Bahia.

CAMINHÕES DE COMBUSTÍVEL JÁ CHEGAM A ALGUNS POSTOS EM SALVADOR
CAMINHÕES DE COMBUSTÍVEL JÁ CHEGAM A ALGUNS POSTOS EM SALVADOR

Na tarde deste sábado (26), a partir das 17:00, vários caminhões tanque carregando combustíveis se deslocavam na BR 324 em direção a Salvador sendo escoltados por viaturas do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). O combustível para é para viaturas policiais e outros serviços e para viabilizar para as atividades essenciais  Não há garantia de que haja combustível disponível nos postos de Salvador neste domingo.

AINDA COM ESTOQUE, AEROPORTO DE SALVADOR CEDE COMBUSTÍVEL PARA VOOS DE OUTROS TERMINAIS
AINDA COM ESTOQUE, AEROPORTO DE SALVADOR CEDE COMBUSTÍVEL PARA VOOS DE OUTROS TERMINAIS

O aeroporto internacional de Salvador, que ainda conta com combustível disponível para operação, está prestando apoio, neste sábado (26), aos demais terminais da malha aérea nacional, por solicitação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Pela manhã, 12 voos de outros terminais receberam apoio de abastecimento na capital.

Para o período da tarde, conforme a Vinci Airports, empresa que administra o aeroporto de Salvador, há previsão de abastecer outros nove voos externos. A escassez de combustível nos aeroportos do país é em decorrência da greve dos caminhoneiros, que chegou ao 6º dia neste sábado.

Na sexta-feira (25), a concessionária do Aeroporto Salvador informou que a reserva de combustível só garante as operações no terminal até o domingo (27). Neste sábado, a empresa disse que segue abastecendo as aeronaves com voos da capital e também opera de maneira colaborativa, mantendo a programação de partidas locais e prestando suporte a voos oriundos de outros aeroportos.

Em decorrência da medida de apoio, que visa assegurar as operações do país, a Vinci informou que a previsão de reserva de combustível do aeroporto passa a ser monitorada diariamente, conforme a demanda solicitada. A concessionária ainda orienta aos passageiros consultar as companhias aéreas para mais informações sobre seus voos, até que a situação seja normalizada.

GOVERNO DETERMINA MULTA DE R$ 100 MIL POR HORA PARADA PARA DONOS DE TRANSPORTADORAS
GOVERNO DETERMINA MULTA DE R$ 100 MIL POR HORA PARADA PARA DONOS DE TRANSPORTADORAS

O ministro Carlos Marun, da Secretaria do Governo, anunciou que o governo determinou a aplicação de multas no valor de R$ 100 mil para os donos de transportadoras e de R$10 mil para caminhoneiros por hora parada. Ainda de acordo com o pronunciamento, o governo tem convicção da prática de locaute – quando empresários incentivam greve com base em seus interesses comerciais. O ministro anunciou que os empresários suspeitos serão intimados, e que já há foram expedidos pedidos de prisão, que estão sob aguardo da Justiça, segundo informações da polícia.

GREVE DOS CAMINHONEIROS DEVE PIORAR A ATIVIDADE ECONÔMICA
GREVE DOS CAMINHONEIROS DEVE PIORAR A ATIVIDADE ECONÔMICA

A greve dos caminhoneiros deve trazer dois impactos para a economia brasileira: a piora da atividade econômica e um efeito pontual de aumento nos índices de inflação de maio. Os economistas consultados pelo G1 dizem que ainda é cedo para dimensionar o tamanho do impacto causado pelo movimento que se espalhou pelo País – até porque não é possível precisar qual será a duração do protesto -, mas dizem que é certo que eles terão reflexos econômicos.

O movimento obrigou uma série de empresas a interromper as atividades. O caso mais emblemático foi o das montadoras: na sexta-feira elas pararam as fábricas por causa da falta de peças e problemas de logística. “Claramente esse movimento traz um efeito negativo para a economia”, afirma a economista e sócia da consultoria Tendências, Alessandra Ribeiro. “Os efeitos mais evidentes serão em toda a linha de produção da indústria, mas até mesmo em serviços deve respingar, como no segmento de transporte”, diz.

A piora de perspectiva para o cenário econômico por causa da greve dos caminhoneiros ocorre num momento bastante delicado. Os números divulgados até agora mostram que o desempenho da economia está mais fraco do que o esperado, o que já levou os analistas a reduzirem a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. No último relatório Focus, do Banco Central, os analistas consultados esperam um crescimento de 2,50% em 2018. Há quatro semanas, a expectativa era de alta de 2,75%. Na sexta-feira (25), o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, admitiu que a greve tem um impacto muito relevante na economia.

TRT DA BAHIA SUSPENDE EXPEDIENTE DA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA
TRT DA BAHIA SUSPENDE EXPEDIENTE DA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

O TRT5-BA (Tribunal Regional do Trabalho da Bahia) vai suspender os expedientes interno e externo e os prazos processuais em todo o estado na próxima segunda-feira (28), devido à greve dos caminhoneiros.

A decisão levou em consideração a crise de desabastecimento provocada pela manifestação, o que prejudica o deslocamento e o acesso à Justiça do Trabalho dos magistrados, advogados, servidores e jurisdicionados.

A medida foi publicada no Diário Eletrônico de ontem (25) e está disponível para consulta. A norma também prorroga a suspensão dos prazos processuais de ontem, bem como estabelece que a retomada da contagem dos prazos deve ocorrer a partir da terça-feira (29).

SALVADOR CONTA COM SOMENTE 50% DA FROTA DE ÔNIBUS NESTE SÁBADO
SALVADOR CONTA COM SOMENTE 50% DA FROTA DE ÔNIBUS NESTE SÁBADO

A capital conta com somente 50% da frota de ônibus neste sábado (26), segundo informações divulgadas pela Semob (Secretaria de Mobilidade de Salvador). A redução ocorre por causa da falta de combustíveis em postos, em decorrência da paralisação de caminhoneiros que já dura seis dias.

Segundo o secretário Fábio Mota, a frota disponibilizada aos sábados é de 2080 veículos, o que corresponde a 80% do total de ônibus da capital — a cidade tem ao todo 2600 ônibus. Hoje, no entanto, somente 1040 veículos estão disponíveis para a população.

A Semob informou que monitora a capacidade de abastecimento das empresas de ônibus na cidade e regula a frota disponível na rua em tempo real, de acordo com a demanda de passageiros, para que no caso de prolongamento da greve, a disponibilidade do diesel permita que os ônibus circulem ao longo da próxima semana, mesmo que em menor quantidade.

GREVE DOS CAMINHONEIROS EXPÕE O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS
GREVE DOS CAMINHONEIROS EXPÕE O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS

O desperdício de alimentos se tornou pauta obrigatória durante esta greve (seria melhor dizer locaute?) dos caminhoneiros. Mesmo que tudo terminasse agora, mesmo que os caminhões passassem a circular livremente a partir do minuto seguinte a um acordo efetivo que deixasse as partes satisfeitas, assim mesmo haveria um grande, talvez incomensurável, montante de alimentos sendo jogados fora.

Imaginem, por exemplo, um caminhão que está há quatro dias na estrada cheio de tomates. Ou de batatas, ou de chuchus, inhames… Esses ou quaisquer outros produtos que tenham sido retirados da terra e que estejam dentro de um compartimento fechado, mercê de temperaturas não naturais. É claro que não sairão do cativeiro direto para a gôndola dos supermercados ou feiras-livres. Estarão passados, talvez com fungos, amassados, ou seja, nada convidativos para consumo.

Isso, para não falar do pior: cargas vivas. Animais que estão sendo transportados, segundo uma das muitas reportagens que tenho acompanhado sobre a greve, estão há dias sem alimentação adequada, o que é mais do que desperdício, um crime que só a humanidade tem coragem de cometer contra um ser vivo.

Preciso acreditar que muitos dos transportadores já tomaram providências com relação a isso. Mas o gesto de caminhoneiros que ontem jogaram 500 mil litros de leite em parte da pista e acostamento da rodovia MG-050, em Passos, Minas Gerais, é emblemático. Será este o fim de outras toneladas de alimentos? Terão, ao menos, já aberto as caçambas e distribuído a quem precisa? Pode ser que não. O desperdício de alimentos é algo que nem sempre é considerado uma grave falha, como deveria.

DEPUTADO CRITICA IDA DE RUI AO INTERIOR EM MEIO A GREVE
DEPUTADO CRITICA IDA DE RUI AO INTERIOR EM MEIO A GREVE

No sexto dia de greve dos caminhoneiros, cujas consequências vão desde hospitais com falta de medicamentos; supermercados desabastecidos; postos de combustíveis sem etanol, gasolina e diesel; voos cancelados; entre outros que atingem em cheio a Bahia, o deputado estadual Alan Sanches, líder do bloco do DEM\PRB na Assembleia Legislativa da Bahia, repudia a postura do governador Rui Costa que sequer montou um plano de contingências para suprir as necessidades dos baianos, mas manteve sua agenda de inaugurações.

“Ele (Rui Costa), infelizmente, como sempre, com vistas nas eleições, manteve sua agenda de inaugurações e visitou nesta sexta-feira dois municípios: Nova Viçosa e Teixeira de Freitas, onde entregou unidades de segurança e viaturas e obras de abastecimento de água. Neste sábado, entrega Policlínica em Feira de Santana. Enfim, ações que nesse momento não acrescentam em nada diante do sofrimento que a população enfrenta.”, destacou, comparando a força-tarefa realizada pela prefeitura de Salvador e cobrando, inclusive, respostas para a segurança pública, levando em conta que faltará combustíveis para os veículos (viaturas) que, consequentemente dão cobertura aos baianos e se necessário na intervenção do próprio movimento.

“A única coisa que ele soube fazer até agora foi se negar a discutir qualquer possibilidade de redução do ICMS da gasolina, o maior do país, mesmo que essa fosse uma forma de ajudar a solucionar o impasse e ainda se declarou contrário a retirada da cobrança do Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) já sacramentada no Congresso, prometendo ainda entrar com ação no Supremo Tribunal Federal, o que só comprova que ele está olhando para o próprio umbigo diante de uma nação em crise, cuja Força Nacional já foi até convocada para atuar”, lamentou.

GUARDA MUNICIPAL ESCOLTA CHEGADA DE 15 MIL LITROS DE COMBUSTÍVEL
GUARDA MUNICIPAL ESCOLTA CHEGADA DE 15 MIL LITROS DE COMBUSTÍVEL

A Guarda Municipal de Salvador assegurou, na madrugada de hoje, o transporte de 15 mil litros de combustível que irão manter os serviços essenciais da Prefeitura pelo menos até a próxima quarta-feira (30). A prioridade no abastecimento será para as ambulâncias do SAMU e outros veículos que prestam serviços na área da saúde. O combustível foi adquirido via acordo da Secretaria Municipal de Gestão (Semge) junto a postos conveniados.

Coube à Guarda, com o apoio da Transalvador, fazer a escolta para que o combustível chegasse ao posto contratado, uma vez que estão ocorrendo bloqueios na estrada CIA-Aeroporto, impedindo a passagem de caminhões. “A Guarda se orgulha muito de poder contribuir de forma significativa para manter os serviços essenciais da Prefeitura ao povo da cidade”, afirmou o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Prefeitura, Maurício Lima.

Ontem (25), em coletiva, o prefeito ACM Neto havia anunciado a possibilidade dessa operação de escolta para que a Prefeitura pudesse contar com mais combustível. Ele assegurou o abastecimento das ambulâncias até a quarta-feira. Entretanto, outros serviços municipais poderão ser seriamente prejudicados já a partir de segunda (28), se a crise no desabastecimento continuar.

RUI DECLARA APOIO A MANIFESTAÇÕES E GARANTE SERVIÇOS PÚBLICOS
RUI DECLARA APOIO A MANIFESTAÇÕES E GARANTE SERVIÇOS PÚBLICOS

O governador Rui Costa se posicionou sobre a greve nacional dos caminhoneiros, por meio das redes sociais, na manhã deste sábado (26). No vídeo publicado integralmente no Facebook, Rui declarou apoio a manifestações por um Brasil melhor, mas pediu a cooperação de todos para que a oferta de serviços essenciais à população não sejam interrompidos.

“Como cidadão brasileiro, eu respeito, apoio e me solidarizo como todos os que se manifestam, legitimamente, por um país melhor. No entanto, como governador da Bahia, eu tenho que garantir que não haja um colapso dos serviços públicos. É meu dever garantir a segurança da população e outros serviços essenciais à vida”, afirmou Rui Costa.

Neste sábado, o governador cumpre agenda de trabalho no município de Chorrochó, onde entregará um sistema de abastecimento de água e vai autorizar a implantação de um sistema de esgotamento sanitário, além de participar da inauguração do novo prédio do Samu e do Calçadão da Saúde.

TEMER E MINISTROS SE REÚNEM NO PLANALTO PARA MONITORAR GREVE 
TEMER E MINISTROS SE REÚNEM NO PLANALTO PARA MONITORAR GREVE 

O presidente Michel Temer e ministros se reuniram na manhã deste sábado (26) para um encontro do gabinete criado pelo governo federal para monitorar a greve dos caminhoneiros. A reunião começou por volta de 9h30 e não tinha terminado até a última atualização desta reportagem.

De acordo com a assessoria do Planalto, sete ministros se reuniram com Temer: Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional), Eliseu Padilha (Casa Civil), Raul Jungmann (Segurança Pública), Torquato Jardim (Justiça) Carlos Marun (Secretaria de Governo), Valter Casimiro (Transportes) e Grace Mendonça (AGU).

Também participaram do encontro o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, e o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Borges Dias, além do deputado Osmar Terra (MDB-RS). Na sexta-feira (25) foi publicado, em edição extra do “Diário Oficial da União”, o decreto do governo federal que autorizou o uso das Forças Armadas em todo o território nacional, para desobstrução de vias públicas federais.

A medida foi anunciada depois da crise gerada pelo movimento dos caminhoneiros, que bloqueiam estradas desde segunda (21) em protesto contra o aumento do diesel. O governo quer garantir o abastecimento de produtos de “primeira necessidade”, com alimentos e combustível.

GOVERNO PUBLICA DECRETO QUE AUTORIZA USO DAS FORÇAS ARMADAS
GOVERNO PUBLICA DECRETO QUE AUTORIZA USO DAS FORÇAS ARMADAS

Foi publicado na noite desta sexta-feira (25), em edição extra do “Diário Oficial da União”, o decreto do governo federal que autoriza o uso das Forças Armadas em todo o território nacional, para desobstrução de vias públicas federais. A medida foi anunciada depois da crise gerada pelo movimento dos caminhoneiros, que bloqueiam estradas há 5 dias contra o aumento do diesel.

O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que autoriza o emprego das Forças Armadas em casos de situações de perturbação da ordem pública, prevê ações de desobstrução de vias públicas federais a partir desta sexta até o dia 4 de junho. Ainda de acordo com a publicação, a medida anunciada também inclui:

O decreto autoriza, ainda, a atuação das Forças Armadas na desobstrução de vias públicas estaduais, distritais e municipais, desde que solicitado pelo prefeito ou governador, e se demonstrado a insuficiência da Polícia Militar local para a liberação das pistas. Além do decreto, o governo também publicou portaria que autoriza a Força Nacional a acompanhar a Polícia Rodoviária Federal nas ações para desbloquear as rodovias, interrompidas pela greve dos caminhoneiros, pelo tempo que as manifestações durarem. De acordo com a portaria, a medida pretende garantir a segurança dos manifestantes e da população em geral, e assegurar circulação nas rodovias federais e coibir eventuais atos de violência.

JUÍZA MANDA TIRAR CAMINHONEIROS E DETERMINA REINTEGRAÇÃO DE POSSE DO SISTEMA BA 093 NA BAHIA
JUÍZA MANDA TIRAR CAMINHONEIROS E DETERMINA REINTEGRAÇÃO DE POSSE DO SISTEMA BA 093 NA BAHIA

A juíza Mary Angelica Santos Coelho, de Salvador, determinou, na madrugada de hoje, a imediata reintegração de posse das rodovias geridas pela Concessionária Bahia Norte. A decisão obriga os caminhoneiros a desobstruírem as estradas, proíbe a parada nos acostamentos e aplica uma multa diária de R$ 30 mil  caso a ordem seja descumprida.

Segundo a Bahia Norte  a ação foi impetrada porque os manifestante impediam a companhia de exercer seus serviços essenciais e colocavam em risco a vida das pessoas, impedindo o tráfego de ambulâncias, remédios e ampliando o risco de morte por atropelamento ao longo da via. Oficial de justiça e polícia rodoviária estão nas estradas do sistema 093 acompanhando equipe da concessionária para desobstruir as vias

RUI APÓIA DESOBSTRUÇÃO DAS ESTRADAS, MAS CRITICA PETROBRAS
RUI APÓIA DESOBSTRUÇÃO DAS ESTRADAS, MAS CRITICA PETROBRAS

Conforme informou ontem em primeira mão o Bahia Econômica, o governador Rui Costa apoiou a decisão do Presidente Temer de colocar forças federais para desobstruir as estradas, mas  pediu também que o presidente Michel Temer tenha “coragem” para trocar a diretoria da Petrobras por causa do imbróglio causado pela greve dos caminhoneiros que afeta o país. Em entrevista a emissoras de rádio no município de Teixeira de Freitas, no extremo sul baiano, onde cumpriu agenda de trabalho, o petista criticou o protesto devido aos efeitos causados na população.

“Eu sou crítico dos desastres da política de reajustes de preços da Petrobras, mas não é porque sou crítico que temos que permitir que falte oxigênio em hospitais. Daqui a pouco vai começar a morrer criança e idoso que estão internados. Seis ou sete aeroportos estão parados. Isso vai ser um desastre, pior ainda para a economia”, declarou o governador.

“O presidente precisa ter outra coragem, já que ele teve coragem para mandar desobstruir, ele precisa ter coragem para trocar a diretoria da Petrobras, já que a diretoria da Petrobras não quer obedecer ele. Das duas uma, ou ele está mandando fazer tanto reajuste ou a Petrobras não quer obedecer ele”, completou Rui.

SINDILOJAS BAHIA PEDE COMPREENSÃO DO SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS
SINDILOJAS BAHIA PEDE COMPREENSÃO DO SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS

Por João paulo Almeida 

Em entrevista ao Portal Bahia Econômica o presidente do Sindicatos do Lojistas do Estado da Bahia, Paulo Mota explicou um impasse que existe entra o sindicato dos Lojistas e o sindicato dos comerciários do estado da Bahia para aprovação de uma convenção. Motta explicou a utilização de mão de obra do trabalhador no feriado do dia 21 de abril foi conseguida dentro da lei e atende a todos os pré-requisitos da convenção de ambos os sindicatos.

Porém, o Sindicato dos comerciários não concorda com essa utilização e ambos os sindicatos entraram na justiça para resolver a questão. “Cada um dos processos foi para uma vara na Bahia e um juiz decidiu a favor no soo sindicato e o outro decidiu a favor deles, então criou-se um impasse. Hoje o processo corre exclusivamente na décima oitava vara do trabalho e o juiz terá que decidir”

Mota explica que caso o sindicato dos comerciários vença essa causa os lojistas terão que pagar muita de um a trinta mil reais por funcionário utilizado, o que geraria um prejuízo grande. Segundo o presidente a aprovação e assinatura da convenção que proíbe a utilização de mão de obra no dia primeiro de janeiro, primeiro de março, vinte e cinco de dezembro e sete de setembro, resolveria a questão. O portal entrará em contato com o sindicato dos comércios para saber a versão que eles tem a dizer sobre o assunto.

MAIO DEVE SER O PIOR MÊS PARA O TURISMO DA BAHIA DEVIDO A GREVE DOS CAMINHONEIROS
MAIO DEVE SER O PIOR MÊS PARA O TURISMO DA BAHIA DEVIDO A GREVE DOS CAMINHONEIROS

Representantes do trade turístico em Salvador estimam que maio será o pior mês para o setor nos últimos anos, por efeito direto da greve de caminhoneiros. Embora ainda não tenham fechado os cálculos sobre a estimativa de prejuízos causados pelo desabastecimento de combustíveis e alimentos na capital, eles preveem uma queda abrupta nos negócios de todos os segmentos do turismo e prejuízos em larga escala.

“Hotéis, bares e restaurantes registram grande dificuldade para receber gêneros básicos, como hortifrutis e bebidas. Nossos hóspedes vêm, em sua maioria, de avião. Com a falta de combustíveis em aeroportos, suspenderam viagens e ficaram em casa”, avaliou Silvio Pessoa, presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA).

Para Silvio Pessoa, a alta queda do turismo na capital em maio já é esperada também por causa do cancelamento de viagens de turistas do próprio estado. “Quem vinha a Salvador de carro ou ônibus deixou de vir”, disse. As informações são da coluna Satélite do Jornal Correio

CRIAÇÃO DE AVES SOFRE COM A GREVE DOS CAMINHONEIROS
CRIAÇÃO DE AVES SOFRE COM A GREVE DOS CAMINHONEIROS

A greve de caminhoneiros colocou em perigo a operação comercial do Polo Avícola de Conceição de Feira, maior fornecedora de aves para o mercado baiano. Segundo informações obtidas pela Satélite com a  Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), existem hoje naquela  região 20 milhões de frangos alojados em situação de risco pelo desabastecimento de insumos fundamentais para a cadeia avícola, especialmente ração. Segundo a coluna Satélite do Jornal Correio, de acordo com a ABPA, frangos não sobrevivem dois dias sem se alimentar e os estoques nas granjas locais, que já são limitados, estão à beira do colapso.

Para a entidade que representa o setor de carnes,  a falta de ração para os frangos produzidos no polo de Conceição de Feira ameaça a sobrevivência de 600 famílias que têm no mercado de aves sua única fonte de renda. Fora as 13 indústrias locais que geram 5 mil empregos diretos e outros 15 mil indiretos. Sem alimento e demais insumos para os aviários do polo, estima a ABPA, o produto final não chegará nas gôndolas em um curto prazo. Pelas previsões da associação, vai faltar frango em breve nos supermercados, restaurantes e hotéis baianos.

EMPRESA QUE COMPROU EBAL É INVESTIGADA NA JUNTA COMERCIAL DE SÃO PAULO
EMPRESA QUE COMPROU EBAL É INVESTIGADA NA JUNTA COMERCIAL DE SÃO PAULO

A empresa que arrematou a Ebal, dona da Cesta do Povo por Ebal, dona da Cesta do Povo, por R$ 15 milhões é vítima de uma minuciosa investigação na justa comercial de São Paulo. De acordo com pesquisa feita por cardeais da oposição, a NGV Empreendimentos e Participações foi fundada em 2017 com capital social de apenas R$ 500. Segundo informações da coluna Satélitte do jornal Correio da Bahia, pouco antes do leilão, realizado em abril, fez uma alteração contratual e elevou a cifra para R$ 1 milhão. A operação despertou suspeita de arranjo sob encomenda.

No dia 11 de abril desse ano a NGV Participações, liderada pelo investidor espanhol, Ignacio Morales, arrematou em leilão o controle acionário da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), pondo fim ao impasse e a alguns adiamentos. O valor do arremate ainda não foi divulgado, mas de acordo com a NGV, 30 das 49 lojas da Cesta do Povo no estado serão mantidas.

O presidente da Associação Baiana dos Supermercados (Abase), Joel Feldman, se associou ao investidor para viabilizar a operação da compra da estatal. “Acreditamos na força da marca, na sua identidade com os baianos. Queremos fortalece-la ainda mais para ser referência no segmento”, explicou Feldman.

Fornecedores da Ebal temem um calote do governo do estado. Desde janeiro, estão sem receber o pagamento por produtos vendidos à Cesta a partir de 2017, cuja dívida soma R$ 1,2 milhão. De acordo com os empresários, eles se reuniram em dezembro de 2016 com o governador Rui Costa para discutir a suspensão do fornecimento por conta de débitos.

Na ocasião Rui prometeu regularizar os novos repasses, mas o acordo foi rompido no início do ano. Para que os empresários voltassem a atender à Cesta do Povo, o governador teria garantido também quitar gradativamente dívidas antigas, estimadas pelo grupo em R$ 50 milhões. Com a venda da Ebal para a iniciativa privada, acham que nada receberão.

FEIRANTES DE SALVADOR AUMENTAM PREÇOS
FEIRANTES DE SALVADOR AUMENTAM PREÇOS

Até o caruru de Iansã, normalmente farto, teve que ser limitado a poucos quiabos. Na mão do feirante Carlito Santana, 50 anos, o legume não só quase dobrou de preço de anteontem para ontem, como se tornou escasso. “Ontem vendi a R$5, hoje a R$8. Esses são os últimos”, lamentava, apontando para o último montinho de uma das principais matérias-primas da culinária baiana.

O que acontecia na banca de Carlito na maior feira livre de Salvador, em São Joaquim, era o resumo do que se viu na cidade. Além das feiras, do mercadinho de bairro ao supermercado, da delicatessen às bancas de frutas, a preocupação com a escassez existia. Com a falta de comida e com a perda de dinheiro.

A Fecomércio calculou um prejuízo de até R$ 50 milhões por dia nos supermercados da capital baiana e região metropolitana caso persista a paralisação dos caminhoneiros e os estoques sejam esvaziados. A cifra sobe para R$ 150 milhões na Bahia.

Os supermercados soteropolitanos evitam falar em estoques vazios. Mas, há ausência de alguns produtos. Tanto que o setor de varejo já adotou ações. Pelo menos três redes de supermercados limitaram a compra de produtos para administrar o estoque enquanto dura a greve da categoria. Nas sete lojas do Walmart em Salvador, os clientes podem comprar, no máximo, cinco unidades de cada produto. Nos 10 Supermercados Gbarbosa e Atakarejo, o limite na compra é de 10 unidades.