sexta, 19 de julho de 2024
Euro 6.098 Dólar 5.6089

HOTELARIA DE SALVADOR REGISTRA 52,89% DE OCUPAÇÃO EM JUNHO

LUIZA SANTOS - 10/07/2024 19:00

A rede hoteleira de Salvador registrou no mês de junho uma ocupação média de 52,89%, resultado superior aos 47,11% do mesmo período de 2023. A diária média ficou em R$ 547,37, o que representa um crescimento de 17,4% em relação a junho do ano passado. Como resultado, o Revpar, indicador que representa a receita diária por apartamento disponível, cresceu 32% na base comparativa anual, alcançando R$ 289,52.

Novamente a agenda de eventos e congressos contribuiu para impulsionar o fluxo turístico na cidade, somando-se ao turismo de lazer. A ocupação dos dias de semana superou levemente os sábados e domingos, e alguns dias específicos registraram picos de ocupação média acima de 65% na cidade, acompanhado de aumento das diárias médias nessas datas devido ao aumento de demanda agregada na cidade.

Salvador encerrou o primeiro semestre com ocupação média de 59,86%, maior índice para o período nos anos após a pandemia, mas ainda levemente inferior aos 61,55% registrados em 2019. No entanto, um expressivo aumento ocorreu com a diária média da rede hoteleira, que encerrou o semestre em R$ 651,15, crescimento de 122% em relação ao mesmo período de 2019 e de 19,5% em relação a 2023. A valorização das tarifas e diárias médias da rede hoteleira soteropolitana tem sido uma constante ao longo dos últimos dois anos, e essa tendência se confirmou novamente neste primeiro semestre.

Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Regional Bahia (ABIH-BA), Wilson Spagnol, a hotelaria encerrou o primeiro semestre com números muito positivos, com ocupação muito próxima aos níveis de 2019, anteriores à pandemia, e com uma forte valorização da diária média, o que alavancou a geração de receita dos hotéis. Ele comenta ainda sobre a expectativa para o mês de julho na cidade: “Em julho teremos o desafio de tentar alcançar taxa de ocupação similar ao ano passado, que foi o melhor resultado de julho dos últimos 12 anos, com uma taxa de 63,95%. Com as férias escolares, a demanda neste mês sempre cresce em relação ao segundo trimestre do ano, tradicionalmente de baixa temporada. A nossa expectativa é que tenhamos ocupação superior a 60% na cidade, com uma expressiva valorização da diária média novamente”, afirma o presidente da entidade.

Os números do desempenho hoteleiro de Salvador aqui divulgados são frutos da Pesquisa Conjuntural de Desempenho (Taxinfo), realizada pela ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, seções Bahia e Brasil. O levantamento é digital e os dados são fornecidos diariamente pelos hotéis ao Portal Cesta Competitiva. A média resultante constitui o indicador para avaliar a evolução da atividade de hospedagem na capital baiana.

Foto: Divulgação /Salvador Mar Hotel

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.