sexta, 19 de julho de 2024
Euro 6.098 Dólar 5.6089

EM 2023, PROPORÇÃO DE TRABALHADORES EM VEÍCULOS FOI RECORDE NA BA (5,3%) E EM SALVADOR (7,9%), CAPITAL COM MAIOR PROPORÇÃO DE TRABALHADORES NAS RUAS (6,8%)

João Paulo - 22/06/2024 08:30

O aumento da informalidade entre trabalhadores por conta própria na Bahia, entre 2022 e 2023, veio em paralelo a um leve crescimento na proporção de pessoas cujo local de trabalho era um veículo automotor (inclui carros particulares, por aplicativos, táxis, ônibus, vans, caminhões etc.). No ano passado, esse percentual atingiu seu maior patamar, nos 11 anos de série histórica, tanto no estado quanto na capital.

Na Bahia, em 2023, 5,3% das pessoas ocupadas no setor privado (259 mil) tinham como local de trabalho um veículo. Frente a 2022, houve avanços no número absoluto (mais 2 mil trabalhadores ou + 0,8%) e na proporção (que era de 5,1%) e ambos os indicadores tornaram-se recordes na série da PNAD Contínua, no estado.

Em Salvador, o movimento foi ainda mais intenso. Em 2023, 7,9% das pessoas ocupadas no setor privado (86 mil) trabalhavam em veículos automotores. Frente a 2022, o número absoluto cresceu 41,0%, o que representou mais 25 mil pessoas trabalhando em veículos, em um ano. A proporção, que era 5,6%, avançou 2,3 pontos percentuais. Ambos os indicadores também foram recordes para o município, que tinha a 3a maior proporção de pessoas trabalhando em veículos, entre as capitais.

Salvador também teve um destaque nacional na proporção de pessoas que indicaram vias ou áreas públicas como local de trabalho principal. Em 2023, 75 mil trabalhadores soteropolitanos estavam nessa situação, representando 6,8% do total de ocupados no setor privado, no município. O número absoluto cresceu 59,6% frente a 2022, o que significou mais 28 mil pessoas trabalhando em vias ou áreas públicas em um ano, e a percentagem avançou 2,5 pontos percentuais.

Com isso, em 2023, Salvador passou a ser a capital brasileira com a maior proporção de pessoas ocupadas no setor privado trabalhando em vias ou áreas públicas – em 2022, ocupava a 6a posição nesse ranking. Em números absolutos (75 mil) só perdia para São Paulo, município mais populoso do país, onde 129 mil pessoas tinham vias ou áreas públicas como local de trabalho (2,3% do total de ocupados no município).

Foto: Pixabay

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.