terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.8351 Dólar 5.4427

EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE SALVADOR EXCLUI GRADUADOS EM SAÚDE COLETIVA, APONTA PRESIDENTE DO CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE DA BAHIA

João Paulo - 11/06/2024 09:20 - Atualizado 11/06/2024

O Conselho Estadual de Saúde da Bahia (CES-BA) solicita a correção do edital 01/2024, de 05 de junho de 2024, do Concurso Público para preenchimento de cargo na Prefeitura Municipal do Salvador, devido a não inclusão do cargo de Sanitarista, profissionais que são graduados em saúde coletiva.

O sanitarista desempenha um papel fundamental na promoção da saúde pública e na prevenção de doenças, podendo atuar em diversas áreas como epidemiologia, vigilância sanitária, planejamento e gestão de serviços de saúde. Além de contribuir para a formulação e implementação de políticas públicas de saúde, no controle de doenças transmissíveis e não transmissíveis, na promoção de hábitos saudáveis e na garantia do acesso universal aos serviços de saúde. Eles atuam tanto em nível local, regional, como nacional, desempenhando um papel crucial na proteção da saúde da população. Segundo o presidente do CES-BA, Marcos Gêmeos, um concurso tão aguardado como esse acaba dessa forma diminuindo a ampla concorrência entre os participantes.

“Atitudes como essa só contribuem com a tentativa de invisibilizar com a categoria tão importante para o cuidado da saúde da nossa população, indo na contramão da regulamentação, do reconhecimento, do papel e da importância de cada um desses profissionais”, afirma. Importante ressaltar que o município de Salvador possui um Instituto de Saúde Coletiva da UFBA, que oferta a graduação em Saúde Coletiva. Assim a inclusão dessa categoria no edital seria uma forma de valorização e inserção desses profissionais no campo de trabalho.

De acordo com a Lei nº 14.725, de 16 de novembro de 2023, estão elegíveis para concorrer a vaga de sanitarista o curso superior completo em Gestão em Sistemas e Serviços de Saúde, curso superior completo em Saúde Coletiva, Saúde Pública, Gestão em Saúde Ambiental ou qualquer curso superior na área de saúde desde que acrescido do título de Pós-graduação/Especialização em Saúde Pública/Coletiva, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Foi encaminhou nesta segunda-feira (10) para o Prefeito, Bruno Reis, para a Secretaria Municipal de Saúde e para a Secretaria Municipal de Gestão um oficio com a solicitação e aguarda providências.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.