segunda, 22 de julho de 2024
Euro 6.114 Dólar 5.6094

BRUNO REIS LANÇA SUA CANDIDATURA EM POSIÇÃO CONFORTÁVEL. MAS VEJA OS CENÁRIOS DA DISPUTA PELA PREFEITURA DE SALVADOR

Redação - 03/06/2024 08:19 - Atualizado 03/06/2024

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) anuncia hoje (03) a sua pré-candidatura à reeleição em uma posição bastante confortável. A gestão de Bruno é bem avaliada pela população e as pesquisas o colocam como favorito na eleição. Além disso, vai para o pleito com apoio de muitos partidos e acertou ao manter o nome de Ana Paula Mattos como candidata à vice. E tem o que apresentar à população como resultado de uma gestão que se caracterizou pela realização de obras em vários setores.

Apoiado pelo ex-prefeito ACM Neto, responsável por sua eleição, Bruno tem se destacado pelo seu espírito agregador e por sua capacidade de negociação, além da maneira afável com que faz política.  Bruno dificilmente vai para o confronto direto com aliados e até com não aliados, optando sempre pelo acordo e pela negociação, e isso o diferencia como um político moderno, adaptado aos novos tempos.

Apesar disso, o prefeito terá desafios na disputa pela Prefeitura de Salvador. O primeiro deles está nos adversários: diferente de outras eleições na capital, quando a base aliada do governo apresentou candidatos fracos, sem capacidade de deslanchar, dessa vez, aceitou renunciar a cabeça de chapa, e apresentou um candidato, Geraldo Jr., que já parte do patamar de dois dígitos de apoio nas pesquisas e tem fortes ligações com a cidade, pois foi vereador e presidente da Câmara do Vereadores de Salvador. Geraldo Jr. é articulado, conhece a cidade e tem o “feeling” de saber o que criticar na administração do atual prefeito, como se viu nas suas aparições recentes na TV.

Tem também o apoio do governo do Estado, mas sua candidatura ainda precisa entusiasmar a militância de esquerda e do PT. O candidato sabe disso, tanto que colocou na coordenação de sua campanha um nome de forte peso na esquerda, Lídice da Matta, com toda sua história de militância. Precisa ainda anunciar um nome do PT para ser candidato a vice, que seja capaz de entusiasmar o partido e a esquerda. Isso porque há um outro candidato, Kleber Rosa, do PSOL, com cara e jeito de esquerda correndo por fora, com recall das últimas eleições e que tentará ser o representante dessa faixa do eleitorado. Rosa tem a seu favor o fato de representar a comunidade negra de Salvador, mas não tem tempo de televisão nem estrutura partidária e dificilmente terá condições de ser o adversário principal de Bruno Reis.

A disputa deve ser entre Bruno Reis e Geraldo.Jr e o desafio do primeiro será vencer  no 1º turno e o do segundo será levar a disputa para o 2º turno.

É difícil cravar qualquer palpite, já que a campanha ainda não começou. Para levar a campanha para o 2º turno, tanto Geraldo Jr. quanto Kleber Rosa precisam crescer junto ao eleitorado. Já Bruno Reis precisa manter, e se possível ampliar, o nível de apoio que hoje ostenta. Nesse jogo, a propaganda eleitoral gratuita terá papel fundamental. Geraldo Jr. tentará desconstruir a administração do atual prefeito enquanto Bruno terá de mostrar que tem mais o que entregar a população de Salvador.  Bruno Reis sai com nítida vantagem, mas a disputa está só começando. (EP – 03/06/2024)

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.