terça, 25 de junho de 2024
Euro 5.8267 Dólar 5.3936

SBC-BA REALIZA CAMPANHA ANTI-TABAGISTA COM SERVIÇOS GRATUITOS

João Paulo - 28/05/2024 10:06

A iniciativa da Sociedade Brasileira de Cardiologia – Bahia, em parceria com o Tricenter e o LPC Laboratório, oferecerá serviços gratuitos à população como aferição de pressão arterial, dosagem de glicemia capilar, avaliação nutricional (peso, altura, IMC e relação cintura-quadril), além de orientações sobre os riscos do tabagismo com palestras e discussões com cardiologistas, educadores físicos, enfermeiros e nutricionistas.

RISCOS

O uso do tabaco é a causa de morte mais evitável em todo o mundo e atualmente é responsável por matar um em cada 10 adultos, ou seja, cerca de 8 milhões de pessoas por ano (mais de 7 milhões de fumantes ativos e mais de 1 milhão de não fumantes expostos ao fumo passivo). A expectativa de vida dos fumantes é pelo menos 10 anos mais curta do que a dos não fumantes. Mesmo diante desses dados, mais de 1,3 bilhão de pessoas no mundo mantém o hábito de fumar.

Campanha

A campanha do Dia Mundial sem Tabaco 2024 pretende alertar os governos e formadores de opinião sobre as estratégias adotadas pela indústria do tabaco para atrair novos consumidores, notadamente crianças, adolescentes e jovens. Nesse público viralizou o uso do cigarro eletrônico, popularmente chamado de vaping. Crianças e adolescentes que usam cigarros eletrônicos têm pelo menos duas vezes mais probabilidade de fumar cigarros mais tarde na vida.

“Os principais riscos do consumo do cigarro eletrônico são o surgimento de câncer, doenças respiratórias e cardiovasculares, como infarto, morte súbita e hipertensão arterial”, explica o presidente da SBC-BA, o cardiologista Cláudio das Virgens.

Há, ainda, a possibilidade de contrair a doença pulmonar chamada Evali, sigla em inglês para lesão pulmonar associada ao uso de produtos de cigarro eletrônico ou vaping. Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), os principais sintomas são tosse, dor torácica e dispneia, além de dor abdominal, náuseas, vômitos, diarreia, febre, calafrios e perda de peso.

Os danos causados pelo consumo do cigarro eletrônico incluem ainda envelhecimento precoce, falta de ar e cansaço excessivo. ‌A fumaça inalada passivamente também é perigosa, porque apresenta os mesmos riscos do cigarro convencional. “Tem muita nicotina e muitos metais pesados que causam mal ao serem queimados e inalados. A fumaça chega muito rápido ao pulmão e ao cérebro, é muito volátil. Isso faz com que seja mais fácil viciar e causar dependência química”, esclarece o cardiologista.

Serviço:

Campanha Dia Mundial Sem Tabaco

31/05, sexta-feira

10h às 14h30

Pituba Parque Center

Palestras, aferição de pressão arterial, dosagem de glicemia capilar, avaliação nutricional (peso, altura, IMC e relação cintura-quadril).

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.