sexta, 19 de julho de 2024
Euro 6.0895 Dólar 5.5686

ÉDEN REBATE ACM NETO: “É POR ESSA POSTURA QUE ELE TEM A LIDERANÇA COMO OPOSIÇÃO QUESTIONADA”

João Paulo - 28/05/2024 11:19

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, rebateu nesta terça-feira (28) as críticas do candidato derrotado ao Governo do Estado em 2022, ACM Neto, e lamentou a postura insistente do ex-prefeito em não sair do palanque eleitoral numa tentativa frustrada de se manter como líder do campo oposicionista. Para Éden, “é por essa postura que ele tem a liderança como oposição questionada, por insistir em bater por bater, criar factóide e fazer oposição a tudo e qualquer tema. Ele erra ao fazer isso e vê deputados federais, estaduais e até membros de sua família colocando o nome como alternativa para liderar o grupo”.

Sobre a questão da Saúde, Éden afirma que o ex-prefeito de Salvador deveria se envergonhar ao comparar os números do seu grupo, que governou a Bahia por 40 anos, aos avanços das gestões petistas, que transformaram a saúde no estado, com mais eficiência para melhorar a vida dos baianos, em menos de 18 anos.

“Na época deles não construíram sequer um hospital na Bahia, e milhares de pessoas, principalmente do interior, sofriam dentro de suas casas sem atendimento médico de alta e média complexidade, enquanto que nas administrações do PT foram construídos 20 hospitais, 26 policlínicas e mais de 2.500 postos de saúde para levar atendimento de qualidade a toda Bahia. O candidato derrotado não tem moral para falar da saúde no estado, porque no tempo do seu grupo a Bahia ficou completamente desassistida desses serviços. É brincar com o povo e subestimar a memória e a inteligência dos baianos”, continuou Éden.

O presidente do PT destacou ainda que o Governo do Estado nas gestões do PT construiu, ampliou e requalificou diversas unidades em Salvador. Outra grande entrega do Governo em Salvador foi o Hospital Ortopédico do Estado, maior unidade da especialidade sob gestão estadual do país, além do Hospital 2 de Julho, um marco, ampliando a oferta de leitos em clínica médica, que é a maior demanda da Central Estadual de Regulação. Ao todo, são 259 leitos, com 30 leitos de UTI pediátrica, além de 70 UTI adulto.

Regulação – Somente em 2024, a Central Estadual de Regulação já avaliou mais de 113 mil pacientes, fruto de solicitações feitas por unidades de saúde nos 417 municípios baianos. Cerca de 80% de todas as transferências de pacientes oriundos das Unidades de Emergência e UPAs de Salvador vão para unidades estaduais. Além disso, 50% dos pacientes são transferidos em até 24 horas e 80% em até 72 horas.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.