segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.798 Dólar 5.4125

SEGUNDO OMS, MERCADO DO CIGARRO ELETRÔNICO MIRA PÚBLICO JOVEM

Matheus Souza - 24/05/2024 19:55

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 37 milhões de adolescentes, com idades entre 13 e 15 anos, fazem uso de tabaco atualmente. Entre os jovens, o uso de cigarros eletrônicos é mais prevalente do que entre os adultos na maioria dos países. A OMS aponta que os dados refletem os esforços contínuos da indústria tabagista para atrair o público mais novo, ao mesmo tempo em que desvia das regulamentações existentes.

Segundo a entidade internacional, a principal estratégia da indústria inclui a rápida introdução de produtos que evitam ou driblam as regulamentações vigentes, utilizando todos os meios possíveis para aumentar sua participação no mercado antes que as medidas regulatórias sejam aplicadas. Os cigarros eletrônicos são citados como o principal exemplo disso. Nesse caso, a abordagem principal é apresentar os dispositivos eletrônicos como uma alternativa “mais segura” ao cigarro tradicional.

“A indústria promove os produtos de nicotina como sendo ‘mais seguros’ que os cigarros em uma tentativa de desviar a atenção dos formuladores de políticas e dos consumidores do fato de que a nicotina em si é altamente viciante e prejudicial, especialmente para crianças e jovens”, ressalta a OMS em um comunicado.

Além disso, a entidade observa que todos os produtos, incluindo os cigarros convencionais, estão passando por mudanças significativas em sua formulação e design, o que contradiz a alegação de que os produtos são destinados exclusivamente ao público adulto. “O uso de sabores como algodão doce e chiclete, juntamente com embalagens coloridas, seja em cigarros ou nos vapes, representa uma tentativa óbvia de atrair os mais jovens”, afirmou Ruediger Krech, Diretor do Departamento de Promoção da Saúde da OMS, em comunicado.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.