segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.82 Dólar 5.4259

BAHIA TERÁ UNIDADE DE MINERAÇÃO DE FOSFATO NO INTERIOR DO ESTADO

Hugo Leite - 22/05/2024 17:00 - Atualizado 23/05/2024

Uma nova unidade de mineração, que vai prospectar fosfato e também processar o minério, terá sua pedra fundamental lançada nesta sexta-feira, 24, em Irecê, com a presença do governador Jerônimo Rodrigues (PT). A gestão será feita Galvani Fertilizantes.

O presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Henrique Carballal, em entrevista ao Portal A Tarde, falou sobre o empreendimento, que deve gerar 900 empregos na região e almeja fazer da Bahia um destaque industrial, e não apenas uma produtora de commodities.

“É uma grande missão que o governador nos deu, de desenvolver a Bahia em uma perspectiva não apenas de produção de commodities. Mas, além de produzir commodities, que a gente possa também, na realidade, processar aqui na Bahia. Então, nós vamos apresentar uma mina de fosfato. A Galvani vai prospectar fosfato no município de Irecê e irá, também no município de Irecê, já montar uma planta industrial para processar esse fosfato”, revelou Carballal.

A promessa é que a Galvani irá operar, nessa planta industrial, com um processo inovador de separação do cálcio e do magnésio, gerando um baixo consumo de água. “O fosfato será concentrado já no município de Irecê, através de uma alta tecnologia, um forno que possui uma tecnologia muito avançada. Tanto que os recursos de financiamento foram feitos através do Finep [Financiadora de Estudos e Projetos], exatamente por estar vinculado à inovação. Não vai ter resíduo, não vai ter barragem, não vai ter rejeito”, contou o presidente.

Ele também explicou sobre as parcerias no processo de extração de calcário. “O rejeito que nós iremos extrair desse processo é o calcário, que é um produto, nesse caso específico, de fundamental importância para a remineralização do solo. Inclusive em parceria com a CBPM, nós vamos construir uma parceria com a CAR e a SDR, e nós vamos doar 10 mil toneladas de calcário anualmente, para remineralizar o solo, e para o desenvolvimento da agricultura familiar na região ali do Baixio de Irecê, em uma organização feita por Jeandro [Ribeiro], da CAR, onde será entregue para essa cooperativa”, completou Carballal.

Crédito: Divulgação.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.