quarta, 17 de julho de 2024
Euro 5.9953 Dólar 5.4872

ALUNOS TREINEIROS DE ESCOLA BILÍNGUE SE DESTACAM COM NOTAS ALTAS NO ENEM

João Paulo - 20/05/2024 05:00 - Atualizado 20/05/2024

Para quem ainda não sabe, o chamado aluno treineiro é aquele estudante que ainda não terá concluído totalmente o ensino médio no ano de realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), mas que poderá realizar a prova para adquirir experiência. O ENEM foi implementado no Brasil em 1998, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e este ano será realizado nos dias 3 e 10 de novembro. Para concorrer a uma vaga em universidades públicas ou privadas pelos programas do governo federal é essencial obter uma boa pontuação.

Pensando em preparar seus alunos para conquistar as melhores notas, a Land School Federação, escola bilíngue premium, que é uma extensão da Gurilândia Schools e integra o Inspired Education Group, desenvolveu um calendário com provas, simulados, aulões e rotinas de acompanhamento de estudos individuais, além de treinamentos acerca do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), um dos principais exames de admissão nas universidades.

“Durante todo o ensino médio, os alunos participam de avaliações simuladas que se assemelham aos principais exames nacionais de admissão em universidades, com resultados que informam suas estratégias de estudo. Incentivamos também a realizarem o ENEM enquanto treineiros, ou seja, eles fazem a prova para adquirir experiência”, explica o vice-diretor e coordenador do ensino médio da Land School Federação, Lucas Stasi.

A adesão maior vem dos alunos do currículo nacional, contudo, em 2023, a escola teve cerca de 25 estudantes que realizaram o exame. A maior parte dos alunos está nos 11º e 12º anos e eles têm entre 14 e 17 anos de idade. É o caso das estudantes do ensino médio da Land School Federação, Luísa Maia Cerqueira, 17, Maria Giulia Chetto, 16, e Maria Clara do Espírito Santo, 16, , que ao realizarem a prova do ENEM no ano passado, alcançaram as notas 940, 920 e 920 na redação, respectivamente.

Stasi destaca que, além do calendário tradicional de provas, os estudantes realizam, progressivamente, produções semanais e há uma rotina constante de correção de redações. Entre os cursos de graduação mais procurados pelos estudantes estão: Relações Internacionais, Direito, Administração, Arquitetura e Medicina. Nesse sentido, o currículo nacional da Land School Federação foi projetado para formar alunos criativos, com pensamento crítico e que se tornem academicamente bem-sucedidos, com auxílio de letramentos literário, científico e tecnológico.

Ademais, professores qualificados oferecem suporte personalizado a cada um, por meio de um programa robusto de monitoramento de rotinas de estudos individuais. Desse modo, o diploma brasileiro abrange vários programas criados para aprimorar o desenvolvimento acadêmico do alunado. “O nosso objetivo é promover a autonomia, liderança, o senso de ética e a excelência acadêmica aos alunos. Além disso, todos eles podem obter um certificado internacional, o qual demonstra a proficiência em inglês, após a conclusão do ensino médio, pois eles participam do programa IB (International Baccalaureate)”, afirmou o vice-diretor e coordenador pedagógico do ensino médio da Land School Federação.

Para além das disciplinas

Entendendo que é um momento relevante na vida desses jovens, a Land School Federação disponibiliza psicólogos que também oferecem apoio personalizado a cada candidato, ajudando-os a desenvolver rotinas de estudo individuais, adaptadas às suas necessidades. Essas rotinas são monitoradas de perto para melhorar os respectivos desempenhos.

“A ansiedade é uma reação comum do ser humano diante dos desafios, pois ela nos prepara para ficar alertas. Porém, quando atinge níveis altos e provoca paralisação ou fuga diante de situações, acaba se tornando um problema. Por isso, o nosso objetivo é preparar os estudantes para lidar com a ansiedade relacionada ao dia a dia, aos estudos ou a exames externos e internos. Algumas atividades estão diretamente ligadas ao manejo da ansiedade, outras auxiliam indiretamente. Alguns exemplos são: o uso de técnicas de respiração profunda para acalmar o corpo e manter-se conectado ao presente, o estímulo à prática de atividades físicas, a oferta de oportunidades para expressão criativa, por meio da arte, da música e da escrita, entre outras”, ressaltou a psicóloga escolar, Keila Parente.

A especialista destaca que, por se tratar de um período sensível que envolve uma das grandes escolhas da vida, como a profissional, muitos alunos acabam se sentindo inseguros. Portanto, algumas atividades podem ajudá-los a lidar com as pressões externas e internas. “O diálogo franco e respeitoso entre o jovem e seus familiares, a definição de metas realistas para cada estudante, aliadas aos seus valores, habilidades e interesses profissionais, a formação de rodas de conversa ou grupos de apoio e o incentivo à comunicação assertiva sobre seus limites e necessidades são algumas das atividades e estratégias que auxiliam os estudantes na redução de autocobranças e de cobranças familiares”, concluiu a psicóloga escolar, Keila Parente.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.