segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.796 Dólar 5.4125

BAMIN DIZ QUE VAI INVESTIR R$ 14 BILHÕES EM CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OBRAS DO PORTO SUL E FIOL

LUIZA SANTOS - 17/05/2024 19:00 - Atualizado 18/05/2024

Projetos importantes para a Bahia, a construção do Porto Sul e da ferrovia Ferrovia Oeste-Leste (FIOL), em Ilhéus e Caetité, estão contando com um investimento bilionário. Em entrevista ao Bahia Econômica, a Bamin, concessionária responsável, deu detalhes sobre os valores das obras.

Segundo a empresa, em abril de 2023, a Bahia Ferrovias, subsidiária integral da Bamin, deu a ordem de serviço ao consórcio TCR-10 para início das obras no trecho de 127km do lote 1F da FIOL I, no valor total de R$185 milhões.

No Porto Sul já foram investidos R$ 595 milhões com a conclusão das obras iniciais que abrangem o desvio da BA-001, a Ponte sobre o Rio Almada, o viaduto sobre a BA-648, o caminho de serviço Sul, acessos BA-262B e BA-262A, a interseção da BA-262 (eixos 1 e 2), a abertura da pedreira Aninga, além das portarias e escritórios.

De acordo com a empresa, para a continuidade das obras, a Bamin colocou no mercado diversos pacotes para contratação de serviços da ordem de R$14 bilhões, que estão na fase de avaliações técnicas e comerciais. Os pacotes relacionados ao porto tratam sobre a construção offshore, onshore, infraestrutura e gerenciamento. Para a mina e usina foram destinados os pacotes relacionados à infraestrutura, obras civis e elétricas iniciais, dentre outros para as obras dos lotes 2F, 3F e 4F da FIOL I.

OBRAS

Sobre o avanço das construções, a Bamin afirma que as obras no Lote 1F do trecho 1 da Fiol seguem dentro do cronograma previsto pela empresa. Já sobre Porto Sul, que tinha previsão de iniciar as obras offshore (no mar) em 2023, a empresa disse que a evolução das obras e dos recursos que incluem mão de obra própria, terceirizada e fornecimento de materiais estão sendo gerenciados de acordo com os cronogramas aprovados. A entrega está prevista para setembro de 2027.

Foram realizadas 26 visitas técnicas, com a participação de mais de 70 empresas que levaram cerca de 160 representantes acompanhados por equipes das áreas de suprimentos e implantação da BAMIN.
A empresa afirmou que está implantando um sistema integrado que compreende a mina em Caetité (BA), o trecho I da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL I) e o terminal privado no Porto Sul, em Ilhéus (BA) e que conta com recursos diretos de seu controlador, o Grupo ERG – Eurasian Resources Group (ERG) que aportou 100% dos fundos na forma de mútuo direto (empréstimo direto entre o controlador e a controlada), onde a credora do empréstimo é a própria controladora. Esse procedimento representaria o compromisso do Grupo ERG com a Bamin e com os investimentos no projeto integrado.

A empresa informa ainda que durante o ano de 2023 foram movimentadas 2,78 milhões de toneladas de minério, provenientes da preparação de decapeamento da mina, produzidas 304 mil toneladas de minério de ferro, com vendas totais de 451 mil toneladas (minério e lump) e faturamento bruto de R$234 milhões.

Foto: Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.