segunda, 15 de julho de 2024
Euro 5.953 Dólar 5.4598

DEPUTADOS FEDERAIS BAIANOS GASTARAM QUASE R$1 MILHÃO EM PASSAGENS AÉREAS

Hugo Leite - 09/05/2024 17:00

Os deputados federais estão no ar com bastante frequência, apenas nos quatro primeiros meses deste ano os parlamentares já gastaram quase 1 milhão de reais em passagens aéreas.

Em levantamento feito pelo Portal A TARDE, que se debruçou sobre dados compilados pela transparência da Câmara dos Deputados, o valor destinado a viagens aéreas foi de R$ 735.989,61.

Os políticos possuem o direito de usufruir da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP). O benefício mensal custeia despesas típicas do exercício do mandato parlamentar, como aluguel de escritório de apoio ao mandato no estado, passagens aéreas, alimentação, aluguel de carro, combustível, dentre outras. No caso dos deputados baianos, o montante mensal disponibilizado é de R$ 44.804,65.

O saldo mensal caso não seja utilizado pode acumular de um mês para o outro, ao longo do exercício financeiro, e é vedada a acumulação de um exercício financeiro para o subsequente, de acordo com informações do portal da Câmara.  Com referência as passagens aéreas, o débito é feito no valor da cota.

Em primeiro lugar no ranking dos deputados federais baianos que mais gastaram, de janeiro a abril, está o deputado Jorge Solla (PT) com o montante de R$ 43.081,89 em passagens. O petista é seguido de Antonio Brito (PSD) (R$35.966,182) e de Márcio Marinho (PT) (R$ 35.402,39), que ocupa a terceira posição. O maior gasto em um único mês foi do deputado Valmir Assunção (PT), que computou R$ 20.958,11 no mês de fevereiro.

Em nota, a assessoria de Solla (PT) justificou que o gasto deu-se por conta do encarecimento das passagens e pela necessidade de deslocar-se com frequência entre a Bahia e Brasília, onde exerce seu mandato.

Veja a lista completa de quanto cada deputado gastou com passagens aéreas até abril e quantos meses foram computados por cada um:

Adolfo Viana (PSDB) – R$ 21.816,58 (4 meses)

Afonso Florense (PT) – (Licenciado)

Alex Santana (Republicanos) – R$ 16.275,06 (4 meses)

Alice Portugal (PCdoB)- R$ 23.318,37 (3 meses)

Antonio Brito (PSD) – R$ 35.966,18 (4 meses)

Arthur Oliveira Maia (União)- R$ 19.531,30 (4 meses)

Bacelar (PV)- R$ 12.147,87 (3 meses)

Capitão Alden (PL) – R$ 10.740,01 (3 meses)

Charles Fernandes (PSD)- R$ 13.123,69 (3 meses)

Claudio Cajado (PP)- R$ 26.081,50 (3 meses)

Dal Barreto (União Brasil) – R$ 2.783,64 (1 mês)

Daniel Almeida (PCdoB)- R$ 18.650,52 (4 meses)

Diego Coronel (PSD) – R$ 20.413,31 (4 meses)

Elmar Nascimento (União Brasil) – R$ 30.157,75 (4 meses)

Félix Mendonça Júnior (PDT)- R$14.611,18 (4 meses)

Gabriel Nunes (PSD) – R$ 9.412,74 (4 meses)

Ivoneide Caetano (PT) – R$ 11.382,83 (3 meses)

João Carlos Bacelar (PL) – R$ 31.756,79 (4 meses)

João Leão (PP) – R$ 16.488,63 (3 meses)

Jorge Solla (PT) – R$ 43.081,89 (4 meses)

José Rocha (União Brasil) – R$ 5.360,07 (3 meses)

Joseildo Ramos (PT)- R$ 13.710,96 (3 meses)

Josias Gomes (PT) – R$ 32.415,14 (3 meses)

Leo Prates (PDT) – R$ 8.160,11 (4 meses)

Leur Lomanto Jr. (União Brasil) – R$ 15.931,58 (3 meses)

Lídice da Mata (PSB) – R$ 25.910,08 (4 meses)

Márcio Marinho (Republicanos) – R$ 35.402,39 (4 meses)

Mário Negromonte Jr. (PP) – R$ 24.303,32 (3 meses)

Neto Carletto (PP) – R$ 24.548,31 (3 meses)

Otto Alencar Filho (PSD) – R$ 9.165,81 (3 meses)

Pastor Sargento Isidório (Avante) – R$ 14.218,60 (1 mês)

Paulo Azi (União Brasil) – R$7.688,1 (2 meses)

Paulo Magalhães (PSD)- R$ 4.423,21 (2 meses)

Raimundo Costa (Podemos) – R$13.695,55 (3 meses)

Ricardo Maia (MDB) – R$ 14.933,38 (3 meses)

Roberta Roma (PL) – R$ 2.503,90 (2 meses)

Rogéria Santos (Republicanos) – R$ 29.944,71 (4 meses)

Sérgio Brito (PSD) – (Licenciado)

Valmir Assunção (PT) – R$ 34.683,96 (4 meses)

Waldenor Pereira (PT)- R$ 14.967,21 (3 meses)

Zé Neto (PT) – R$ 26.281,27 (4 meses)

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.