segunda, 15 de julho de 2024
Euro 5.9338 Dólar 5.4493

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO TEM QUE ESTAR ASSOCIADO À SUSTENTABILIDADE E À JUSTIÇA SOCIAL AFIRMA GERALDO JÚNIOR

Victoria Isabel - 12/04/2024 20:00 - Atualizado 13/04/2024

O vice-governador da Bahia, Geraldo Júnior, destacou a importância do setor para a economia baiana durante a celebração dos 20 anos da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF). Geraldo ainda assumiu o compromisso de elaborar, em parceria com a instituição, o Plano Bahia Florestal 2033, que tem como objetivo assegurar o desenvolvimento sustentável do setor no estado nos próximos 10 anos.

“O desenvolvimento econômico tem que estar associado à sustentabilidade e à justiça social”, afirmou o vice-governador em seu pronunciamento no evento, realizado em Salvador na tarde desta sexta-feira (12). Para Geraldo Júnior, é possível garantir a expansão dessa atividade econômica na Bahia, atraindo “novas oportunidades de negócio que vão gerar divisas para o estado e emprego para os baianos e baianas”. Para tanto, acrescentou o vice-governador, “é imprescindível que esse crescimento seja acompanhado de contrapartidas ambientais e sociais”.

De acordo com a ABAF, a Bahia tem, atualmente, área plantada de 700 mil hectares e as associadas da entidade são responsáveis por outros 400 mil hectares de preservação em suas propriedades. A indústria de base florestal é responsável por 6% do PIB estadual e 5% do total de impostos arrecadados pelos cofres públicos do estado, de acordo com Mariana Lisbôa, presidente da associação.

Participaram da solenidade os secretários estaduais do Meio Ambiente, Eduardo Sodré; do Desenvolvimento Econômico, Ângelo Almeida; e da Agricultura, Tum; além do chefe de Gabinete do Governador do Estado, Adolpho Loyola; do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira; entre outras representações do poder público, do setor produtivo e da sociedade.

 

Fotos: Thassio Ramos/ Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.