sábado, 13 de julho de 2024
Euro 5.9574 Dólar 5.4654

SINTEC-BA INTERMEDIA PAGAMENTO DE SALÁRIOS DOS TÉCNICOS INDUSTRIAIS QUE TRABALHAM NA TELSAN ENGENHARIA, ESTAÇÃO TAQUIPE DA PETROBRAS

João Paulo - 10/04/2024 08:00 - Atualizado 10/04/2024

Agora  os profissionais  esperam correções de algumas inconformidades tais como: Pagamento do retroativo dos salários, periculosidade, férias, horas extras e ticket alimentação. Os técnicos industriais de nível médio que atuam nas estações da Petrobras, realizaram na manhã de ontem (08/04/2024), paralisação das atividades devido ao não cumprimento do ACT – Acordo Coletivo de Trabalho, não honrando desta forma os  pagamentos  dos salários, encargos, horas extras, etc.

Com o apoio do presidente do Sindicato dos Técnicos Industriais (Sintec-BA), Jonas Amorim, a Telsan Engenharia, empresa contratada pela Petrobrás, sanou as pendências salariais, e oficiou que as demais questões serão resolvidas individualmente até a próxima semana. Na Estação Taquipe, cerca de 200 Técnicos Industriais decidiram, ainda pela  manhã e em assembleia geral extraordinária, paralisar as atividades. A mobilização ocorreu até o início da tarde, momento em que foram retomadas as atividades nas estações de Taquipe Bálsamo, Araçás, Buracica e Imbé. O diretor da Telsan, Danilo Almeida, firmou compromisso de atender as necessidades e garantir os direitos da categoria. Das decisões, está no rol não descontar as horas de duração da paralisação. Vale destacar que  a Secretaria Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) já está ciente do descumprimento por parte da Telsan, e tomará as devidas providências.

No que diz respeito à atuação do Sintec-BA, Jonas Amorim afirmou que o trabalho pela valorização e fortalecimento dos técnicos continuará. “ Dentre as prioridades da classe estão a instalação da CIPA, pagamentos da diferença salarial retroativo a agosto de 2023, pagamentos dos encargos trabalhistas, adequação de cargos e funções e estreitamento do canal de comunicação entre colaboradores, Sindicato e a gestão da Telsan”, destaca. Sem se identificar, um dos Técnicos de Materiais destacou  a atuação do Sindicato. “Estávamos sem expectativa alguma. Mas quando chegamos aqui na base, percebemos a presença do Sindicato e logo nos sentimos mais seguros, apoiados e respeitados”, pontuou. O Sintec-BA segue acompanhando as  correções necessárias e os pagamentos retroativos, tão como as necessidades da classe.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.