quarta, 22 de maio de 2024
Euro 5.5773 Dólar 5.155

SECRETÁRIO DE CULTURA DO ESTADO DESTACA POTÊNCIAL ECONÔMICO DA MICARETA DE FEIRA DE SANTANA

João Paulo - 10/04/2024 07:00 - Atualizado 10/04/2024

O Secretário de Cultura do Estado da Bahia, Bruno Monteiro, celebrou a realização do Micareta de Feira, que foi anunciada nesta terça-feira, 9, no Centro de Cultura Amélio Amorim, na Avenida Presidente Dutra. O evento, que será realizado entre os dias 18 e 21 de abril, contará com uma programação de artistas nacionais, como Daniela Mercury, Adelmário Coelho e Ayla Menezes. O governo também incluiu atrações regionais e locais, como é exemplo, o Ouro Negro, programa promovido pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que visa a valorização e o fortalecimento das entidades de matrizes africanas.

“Apresentamos um conjunto de ações do estado para o município de Feira de Santana, com atrações culturais diversas, tanto atrações consagradas nacionais, mas especialmente as atrações do próprio município, como o bloco afro através do Ouro Negro. Tudo isso traz uma diversidade de som e cores que Feira de Santana produz com tanta qualidade”, disse o gestor ao portal Café com Notícias. O Micareta de Feira será distribuído em trios sem cordas, pipocas e palcos alternativos. O evento popular também contará com o pré-micareta, que acontece nos dias 13 e 14 de abril, em Humildes e São José, distritos de Feira de Santana.

“Nós entendemos o micareta não só como uma festa, como um evento cultural, mas também por todo o seu potencial econômico e de desenvolvimento. Todo dinheiro que é injetado na economia de Feira, porque é isso que fica: fica o legado de geração de emprego, de distribuição de renda, de valorização da cadeia cultural e de toda economia criativa.

Operação de segurança

A Operação da Segurança Pública para a Micareta de Feira vai contar com um efetivo de cerca de 9,5 mil agentes, entre policiais militares, civis, penais, da Polícia Técnica, do Corpo de Bombeiros Militares e servidores da própria Secretaria da Segurança Pública. Ao todo, serão montadas 74 estruturas, sendo 45 postos elevados de observação – 32 da Polícia Militar e 13 do Corpo de Bombeiros -, sete postos da Polícia Civil, dois da Polícia Técnica e seis da SSP, além de 31 postos policiais.

Foto: Lula Bonfim | AG. A TARDE

 

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.