segunda, 15 de abril de 2024
Euro 5.5233 Dólar 5.1909

EM JOGO ELETRIZANTE NO SEGUNDO TEMPO, VITÓRIA BATE BAHIA DE VIRADA NO BARRADÃO

João Paulo - 01/04/2024 08:20 - Atualizado 01/04/2024

O primeiro Ba-VI das finais do Campeonato Baiano depois de seis anos terminou com mais uma virada histórica do Vitória para cima do Bahia, no Barradão, na tarde deste domingo (31). Um jogo que começou amarrado e sem chances claras no primeiro tempo, mas teve uma segunda etapa eletrizante, com cinco gols. O Esquadrão até abriu 2×0, com gols de Thaciano e Cauly, mas o Leão se impôs dentro da sua casa e foi às redes com Mateus Gonçalves (duas vezes) e Iury Castilho, garantindo a vantagem para a partida de volta da decisão.

Com o resultado, o rubro-negro pode até empatar na Fonte Nova, no próximo domingo, que garante a taça estadual. Já o tricolor precisa de um triunfo com placar mínimo para levar a decisão para os pênaltis, ou ganhar por dois ou mais gols de diferença para ser campeão. Diferente do que foram os dois primeiros clássicos do ano – um pelo Baianão e outro pela Copa do Nordeste -, a bola não foi às redes logo de início. Mesmo com duas chances claras para os dois lados, proporcionadas por falhas dos goleiros Marcos Felipe e Lucas Arcanjo, Bahia e Vitória demoraram para balançar as redes. Com as marcações das duas equipes encaixadas, poucas oportunidades de gol foram registradas ao longo dos primeiros 45 minutos da decisão.

No segundo tempo, porém, a chave virou. Com menos de um minuto, aproveitando erro da saída do Leão, o Esquadrão abriu o placar com Thaciano. Depois, ampliou com Cauly. Apesar disso, o rubro-negro não se abateu. Conseguiu marcar duas vezes com Mateus Gonçalves e assegurou um golaço com Iury Castilho, determinando a vantagem para o time da casa.

Ficha técnica

Vitória 3 x 2 Bahia – Campeonato Baiano (Final/Ida)

Vitória: Lucas Arcanjo, Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo, Patrick Calmon (Iury Castilho), Willian Oliveira (Mateus Gonçalves), Dudu (Lucas Esteves), Rodrigo Andrade, Matheusinho, Osvaldo (Zé Hugo) e Alerrandro (Léo Gamalho). Técnico: Léo Condé.

Bahia: Marcos Felipe, Arias, Kanu, Cuesta, Rezende, Caio Alexandre (Yago Felipe), Jean Lucas, Everton Ribeiro (Ademir), Cauly, Juba (Caio Roque) e Thaciano (David Duarte). Técnico: Rogério Ceni.

Local: Barradão

Gols: Thaciano, aos 1 minuto do segundo tempo; Cauly, aos 17 minutos; Mateus Gonçalves, aos 21 minutos e aos 43 minutos; Iury Castilho, aos 53 minutos;

Cartão amarelo: Rodrigo Andrade, Camutanga e Dudu (Vitória); Thaciano e Caio Alexandre (Bahia);

Público: 30.793

Renda: R$ 863.763,00

Arbitragem: Bruno Pereira Vasconcelos, auxiliado por Luanderson Lima dos Santos e Alessandro Álvaro Rocha de Matos em campo. No VAR, Diego Pombo Lopez.

Crédito: Arisson Marinho/CORREIO

 

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.