segunda, 15 de abril de 2024
Euro 5.5233 Dólar 5.1909

PONTE SALVADOR-ITAPARICA DÁ INÍCIO ÀS SONDAGENS COM USO DE PLATAFORMA EM VERA CRUZ

Emilly Lima - 22/03/2024 16:10 - Atualizado 25/03/2024

A Concessionária do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica deu início, nesta sexta-feira (22), à primeira perfuração na beira do mar com o uso de plataforma no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica.

Esta fase da operação em terra é crucial, visto que a lâmina d’água na região de borda do mar é reduzida. As perfuratrizes estão sendo utilizadas para coletar amostras do solo no local onde serão instalados os pilares da Ponte. Posteriormente, esses materiais serão submetidos à análise por laboratórios especializados, que fornecerão relatórios detalhados sobre as características do solo da área.

Claudio Villas Boas, CEO da Concessionária Ponte Salvador-Itaparica, enfatizou a importância desse serviço na execução do cronograma, ressaltando que a fase de sondagem permite compreender melhor as características do terreno à beira-mar e dimensionar com precisão a fundação da estrutura da ponte. Ele reafirmou o compromisso da Concessionária com a realização desse projeto, destacando o empenho contínuo para transformar esse sonho em realidade.

Essa atividade se junta às sondagens em terra realizadas nos meses anteriores nas cidades de Vera Cruz e Salvador. Os próximos passos incluem a sondagem em alto mar, tanto em águas rasas quanto profundas, com o uso de balsas de grandes dimensões e equipamentos vindos da China.

Recentemente, a Concessionária recebeu em Simões Filho dez contêineres da China contendo equipamentos e materiais que irão otimizar o trabalho das equipes envolvidas nas sondagens. Entre esses materiais estão três perfuratrizes especiais com sistema de compensação de ondas, além de uma série de equipamentos adicionais, como cabine de operação, torre de operação, guincho, gerador e laboratório para análise geotécnica do material coletado no mar.

A construção da Ponte Salvador-Itaparica não se limita apenas à ponte em si, mas inclui uma série de obras complementares que visam impulsionar o desenvolvimento econômico e social da região. Com um investimento de aproximadamente R$ 9 bilhões, este projeto, fruto de uma Parceria Público-Privada (PPP), promete gerar cerca de sete mil empregos e beneficiar diretamente 10 milhões de baianos em cerca de 250 municípios.

Foto: Divulgação 

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.