segunda, 15 de abril de 2024
Euro 5.5077 Dólar 5.1905

NORDESTE DEVE SE TORNAR PROPULSOR DO CRESCIMENTO BRASILEIRO NO LONGO PRAZO, DIZ CONSULTORIA E CITA ACELEN E BYD

Redação - 30/01/2024 19:00 - Atualizado 01/02/2024

Com ganhos de investimentos públicos e privados, a região Nordeste deve se tornar a propulsora do crescimento do Brasil no longo prazo. A informação é de estudo da Tendências Consultoria.

A consultoria estima um  crescimento médio ao ano para a região de 3,4% entre 2025 e 2033. A perspectiva é que o Brasil cresça 2,5% ao ano no período.

A consultoria mapeou que o Nordeste deve receber R$ 44 bilhões de investimentos privados nos próximos dez anos, menos do que as demais regiões, exceto o Norte, com previsão de R$ 4 bilhões. Mas, em compensação, o Nordeste deve ser alvo de R$ 700 bilhões do programa federal Novo PAC, atrás apenas do Sudeste, com R$ 760 bilhões.

Setores de petróleo e gás, de geração e transmissão de energia e de transporte e logística devem ser os mais beneficiados pelo programa do governo no Nordeste.

Já entre os investimentos privados, a Tendências destaca:

  • produção de diesel renovável e querosene de aviação sustentável pela Acelen, com R$ 12 bilhões em investimentos e conclusão prevista para 2033;
  • a instalação de refinaria no Complexo do Pecém pela Noxis Energy para a produção de combustíveis, com investimento de R$ 10 bilhões e conclusão em 2026;
  • a instalação de fábricas para produção de ônibus, caminhões e veículos de passeio da chinesa BYD, com data de conclusão prevista para o ano que vem e R$ 3 bilhões em investimentos.

“Existe um efeito de que economias menores tendem a crescer mais ano a ano do que economias maiores, mas, de fato, a região Nordeste deve ser um celeiro de investimentos públicos e privados nos próximos dez anos em diferentes frentes”, diz Lucas Assis, economista da Tendências. Com informações do Valor Econômico.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.