segunda, 22 de julho de 2024
Euro 6.114 Dólar 5.6094

BRUNO REIS DESTACA INVESTIMENTOS DA PREFEITURA PARA VALORIZAR CAPOEIRA EM ABERTURA DE EVENTO NACIONAL

Victoria Isabel - 25/01/2024 08:07

O maior evento nacional dedicado a Capoeira, intitulado Rede Capoeira, teve início nesta quarta-feira (24), em cerimônia realizada no Espaço Cultural da Barroquinha. O prefeito Bruno Reis participou da abertura oficial do evento, que contou com homenagens a 14 mestres octogenários responsáveis por propagar a cultura da arte-luta pelo mundo.

Os mestres receberam uma premiação que os reconhece como heróis populares e detentores de conhecimento da cultura popular brasileira. Dentre os homenageados estava o mestre Felipe de Santo Amaro, que com 96 anos é o mais antigo em atividade. Além dele receberam honrarias mestres como João Grande, Acordeon, Boca Rica, Brandão e Olavo.

O prefeito Bruno Reis destacou a necessidade de valorizar a história dos mestres e da capoeira e afirmou que estes valores nos ajudam a perpetuar a arte-luta. “São heróis da nossa cultura, arte e história que, através da capoeira, levaram a nossa cultura para o mundo. Todos nós prestamos homenagem e reconhecimento a todo trabalho desenvolvido por eles e pelo símbolo que representam. A capoeira é um patrimônio nosso que precisa ser preservado e bem cuidado. É isso que temos feito com editais como o Viva Capoeira e o Capoeira nas Escolas”, detalhou.

Programação – Esta é a quinta edição do evento que até sábado (27) se propõe a discutir os rumos da capoeira no Brasil e no mundo. A programação completa do evento, que é gratuito, pode ser conferida no perfil do evento no Instagram (redecapoeira). As atividades vão ocorrer em três locais históricos da capital: Espaço Cultural da Barroquinha, Praça da Sé e Praça da Cruz Caída, todos localizados no Centro Histórico.

O idealizador e coordenador do evento, criado em 2013, Mestre Sabiá, destacou a necessidade de homenagear os propagadores da capoeira, que está presente em 170 países. “A gente sabe que sem os mestres não existe a gente. Este é um momento extremamente importante e simbólico para todos nós. Durante muito tempo, na minha prática de capoeira em 43 anos, vi os mestres passando por um processo árduo no final de ciclo de vida e caindo no esquecimento e vivendo de forma fragilizada. Acredito que uma nova era se abre, de somar e entender como eles devem estar bem. Foram eles que pavimentaram o caminho para a capoeira no Brasil e no mundo”, enfatizou.

O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, anunciou que a Prefeitura está formatando um prêmio que terá o intuito de valorizar o legado dos mestres. “Capoeira é cultura, tradição e acima de tudo resistência. É um grande laço cultural que une a cidade, o estado e o país. Recebemos com prazer enorme esse evento neste espaço que está aqui para preservar memória e cada vez mais divulgar e receber eventos como este”, afirmou.

Durante os dias de programação serão promovidos debates públicos para um novo olhar sobre a capoeira, suas representatividades e necessidades.

Foto: Valter Pontes/ Secom PMS

 

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.