segunda, 15 de julho de 2024
Euro 5.9719 Dólar 5.4766

CONFIRA OS VENCEDORES DA 29ª EDIÇÃO DO PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO

João Paulo - 30/11/2023 11:40

O Rabo e a Porca e Adelino foram os vencedores das categorias Espetáculos Adulto e Infantojuvenil, respectivamente, da 29ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, que celebrou o fazer teatral baiano e homenageou todas as edições da iniciativa. Os premiados foram escolhidos em cerimônia, intitulada Afeto, um Auto de Amor ao Teatro, realizada na noite desta quarta-feira (29), no Teatro Sesc Casa do Comércio, no bairro Caminho das Árvores, em Salvador. O evento é uma realização da Caderno 2 Produções Artísticas e contou com o patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, por meio do Fazcultura.

O troféu de Direção foi para Cássia Valle, Leno Sacramento e Valdinéia Soriano por “2 de Julho – A Resistência Cabocla”. Já Gildon Oliveira venceu a categoria Texto por “Cintilante” e “Aviamento”. Na categoria Ator, José Carlos Júnior recebeu a estatueta pela sua desenvoltura na peça “A Arte da Comédia”, enquanto Manu Santiago foi eleita Atriz por “O Rabo e a Porca”. O troféu Revelação desta edição foi para Veridiana Andrade, pela atuação em “Maldita Seja”. Na categoria Especial, pela cenografia e iluminação de “Adelino”, Gilsérgio Botelho; e, na categoria Performance, “Peito Aberto”, de Erick Israel, foi premiado. Os vencedores receberam R$ 30 mil para os melhores espetáculos Adulto e Infantojuvenil e os demais R$ 5 mil cada, além dos troféus.

“Esta foi uma noite gloriosa, de muitas trocas e aprendizados. O Prêmio Braskem de Teatro é um instrumento de valorização do fazer teatral e oportuniza grandes artistas, de toda a Bahia, o reconhecimento do seu trabalho. Celebramos este grande dia com criticidade, mas com muita diversão”, destacou Andrezão Simões, responsável pela direção do espetáculo da cerimônia. Nesta edição, os premiados foram escolhidos pela Comissão Julgadora, composta pelo ator e jornalista Arlon Souza; pelo artista, pesquisador, produtor e gestor cultural Chicco Assis; pela atriz e gestora cultural Gabriela Sanddyego; pela atriz e doutora em Artes Cênicas Mônica Santana, e pelo ator e diretor João Guisande.

Homenageados – A cerimônia de premiação homenageou artistas que fizeram e fazem parte da história das artes cênicas, com muita diversão, críticas e integração. Entre os agraciados estiveram Harildo Deda, Nilda Spencer, José Celso Martinez e outros grandes profissionais que partiram. Também foram homenageados nomes, como Amir Haddad, mestre do teatro de rua, com diversas atuações e participações especiais no teatro, na música e na comunicação; Maurício Martins, figurinista baiano com diversas atuações na área, assim como o elenco do espetáculo: Osvaldinho Mil, Denise Correia, Evelin Bunchegger, Bárbara Borga, Inaê, Lucio Tranchesi, Peu Alves, João Lima e Alan Miranda.

O trabalho de criação e performance musical foi assinado por Yacoce Simões e Marco Lobo, que trabalharam a ritmia, a percussividade e a melodia baiana.  O espetáculo ainda contou com Irma Vidal, na iluminação; Felipe Cipriani, na cenografia; Ronaldo Sales, na projeção mapeada; Selma Santos, na produção; Agamenon de Abreu, no figurino, maquiagem e adereços; e Apoena Serrat, na cineprodução, transmissão e ficha técnica. O roteiro contou com o cordel de Maviael Melo, o humor de Alan Miranda, a criatividade de Andrezão Simões e a identidade visual inspirada na obra do artista Juraci Dórea.

“Quero homenagear Lima, principalmente, porque não é fácil estabelecer uma comunicação quando está sem fala em cena. Foi o diretor que me acolheu nos momentos mais difíceis. Foi um dos nossos anjos. Eu sabia que ia ser difícil. Foi um ano ensaiando. Esse  espetáculo precisou ter muito afeto”, ressaltou a atriz Aicha Marques, que aproveitou o momento para agradecer à toda equipe do Espetáculo Adulto, vencedor com o Rabo e a Porca.

“O teatro é feito por encontros e estamos muitos felizes de estarmos representando o interior. Vamos continuar lutando e ampliando o teatro da Bahia como um todo. Estamos juntos e vamos continuar juntos”, disse o ator Ricardo Fraga, premiado com o Espetáculo Infantojuvenil, Adelino.

CONFIRA OS VENCEDORES DA 29ª EDIÇÃO DO PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO 2023:

(DEIXAREMOS SÓ OS GANHADORES)

ESPETÁCULO ADULTO

O Rabo e a Porca

ESPETÁCULO INFANTOJUVENIL

Adelino

ATOR

José Carlos Júnior, pela atuação em “A Arte da Comédia”

ATRIZ

Manu Santiago, pela atuação em “O Rabo e a Porca”

TEXTO

Gildon Oliveira, pelos textos de “Cintilante” e “Aviamentos”

DIREÇÃO

Cássia Valle, Leno Sacramento e Valdinéia Soriano, pela direção em “2 de julho – A Resistência Cabocla”

REVELAÇÃO

Veridiana Andrade, pela atuação em “Maldita Seja”

PERFORMANCE

Peito aberto, de Erick Israel

CATEGORIA ESPECIAL

Gilsérgio Botelho, pela Cenografia e Iluminação de “Adelino”

 

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.