sábado, 22 de junho de 2024
Euro 5.8473 Dólar 5.4623

EQUIPAMENTOS DE SALVADOR RECEBEM ILUMINAÇÃO EM ALUSÃO AO OUTUBRO ROSA

LUIZA SANTOS - 03/10/2023 17:02

Os viadutos do BRT, o Elevador Lacerda, a Fonte Luminosa na Praça da Sé e o prédio da Secretaria Municipal de Educação (Smed), no Comércio, estão com uma iluminação especial que iniciou na última segunda-feira (2) em alusão à campanha do Outubro Rosa de combate ao câncer de mama e ao câncer do colo do útero. A ação segue até o dia 31 de outubro.

A iniciativa é promovida pelas secretarias municipais de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), de Educação (Smed) e Saúde (SMS) em parceria com a Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (Dsip), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

A Smed está engajada na campanha com a instalação de 64 refletores que iluminam a fachada do órgão, que receberam os filtros de cor rosa. Na parte interna, a secretaria fez a aplicação de placas decorativas nos andares com o laço rosa, além das ações de mobilização interna no órgão.

“É muito importante trabalhar a conscientização acerca do câncer de mama e do colo do útero, uma doença de alta incidência no Brasil e cuja cura depende da detecção precoce. Assim, estamos adotando essas ações que reforçam e relembram a importância da prevenção”, afirma o titular da Smed, Thiago Dantas.

O diretor da Dsip, Ângelo Magalhães, destaca o trabalho da autarquia de engajamento na campanha. “Nosso objetivo é alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença, já que entendemos a importância de sensibilizar para contribuir com a redução da mortalidade. Os monumentos da cidade estão lindos e fortalecendo a luta contra o câncer”, enfatiza.

Prevenir é necessário – Realizar frequentemente o autoexame facilita a percepção de quaisquer alterações, como pequenos nódulos nas mamas e axilas, saída de secreções pelos mamilos, entre outros sintomas, fornecendo à possível paciente uma maior chance de cura.

Segundo pesquisa feita em 2021 pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil ocupa a terceira posição do ranking de países com maior incidência de câncer do colo do útero. Para o ano de 2022, foram estimados 16.710 novos casos, o que representa 15,38 casos a cada 100 mil mulheres no país. Já em relação ao câncer de mama, estima-se que no triênio 2020/2023 foram diagnosticados no país 66.280 novos casos, 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

“A detecção precoce é uma estratégia para encontrar o tumor numa fase inicial e, assim, possibilitar maior chance de tratamento. Ações como essa, alinhada com a Dsip, é mais uma forma, desenvolvida pela Prefeitura, para chamar a atenção e lembrar as mulheres que o primeiro passo é o autoexame,” conclui Fernanda Lordêlo.

Fotos: Lucas Moura / Secom PMS

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.