sábado, 22 de junho de 2024
Euro 5.8473 Dólar 5.4623

PRESIDENTE DO BC PREVÊ CRESCIMENTO DA ECONOMIA ACIMA DAS ESTIMATIVAS DO MERCADO EM 2023 E 2024

João Paulo - 27/09/2023 14:50

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira (27) que o Produto Interno Bruto (PIB) deve apresentar um crescimento de 3% neste ano e de cerca de 2% em 2024 – podendo ficar um pouco acima desse patamar. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. O indicador serve para medir a evolução da economia. Se o PIB cresce, significa que a economia vai bem e produz mais. Se o PIB cai, quer dizer que a economia está encolhendo. Ou seja, o consumo e o investimento total é menor. Nem sempre, entretanto, a alta do PIB equivale a bem-estar social. Campos Neto deu as informações durante audiência pública na Comissão de Finanças da Câmara dos Deputados, horas antes de uma reunião que terá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Com isso, Campos Neto elevou a projeção de crescimento da economia divulgada pelo Banco Central em junho deste ano. Na época, a estimativa de alta do PIB brasileiro em 2023 estava em 2%. Uma nova estimativa oficial será divulgada pela instituição nesta quinta-feira (28), por meio do relatório de inflação do segundo trimestre deste ano. O chefe do BC também divulgou, pela primeira vez, uma projeção de crescimento para 2024, ao redor de 2%. Essa estimativa está acima da expectativa do mercado financeiro, que projetou, na semana passada, uma expansão de 1,5% para a economia brasileira no próximo ano.

As previsões de crescimento maior da economia acontece após o anúncio de que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,9% no primeiro trimestre deste ano e 0,9% no segundo trimestre (de abril a junho). Em ambos os casos, as projeções ficaram acima das estimativas do mercado financeiro. Durante audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, Campos Neto afirmou que os economistas do mercado têm sido mais pessimistas em suas projeções sobre o PIB, em relação ao resultado apurado posteriormente. “O que nos faz pensar que as reformas estruturais de vários governos tem tido impacto, e que o crescimento potencial pode ser revisado para cima”, declarou o presidente do BC.

Foto: Sérgio Lima/Poder360 14.jan.2020

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.