quarta, 19 de junho de 2024
Euro 5.8437 Dólar 5.4427

MAURO CID SERÁ AFASTADO DE SUAS FUNÇÕES MILITARES, DIZ EXÉRCITO

João Paulo - 11/09/2023 06:55 - Atualizado 11/09/2023

De acordo com uma reportagem do Metrópoles, o Centro de Comunicação Social do Exército Brasileiro informou, neste domingo (10),que vai cumprir a decisão judicial expedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, e irá afastar o ex-ajudante de ordens de Jair Messias Bolsonaro (PL), tenente-coronel Mauro César Barbosa Cid de suas funções. A partir do cumprimento da decisão, Cid ficará agregado ao Departamento-Geral do Pessoal (DGP) sem ocupar cargo e exercer função.

O Metrópoles aponta ainda que o Exército cumpre determinação de Moraes na mesma decisão em que homologou delação premiada de Cid, proposta pela defesa do ex-ajudante de ordens do ex-presidente da República à Polícia Federal. No documento, o ministro concedeu liberdade provisória a Cid, com imposição de cautelares, como uso de tornozeleira eletrônica, proibição de sair de casa em determinados horários e afastamento das funções no Exército. Notificada, a Força diz que cumprirá.

Moraes também mandou suspender quaisquer documentos de porte de arma de fogo em nome do investigado, além de quaisquer Certificados de Registro para realizar atividades de colecionamento de armas de fogo, tiro desportivo e caça (CACs), e o uso de redes sociais. Ainda segundo o Metrópoles, o ministro do STF proibiu Mauro Cid de se ausentar do país, com obrigação de realizar a entrega de seus passaportes dentro de cinco dias. Determinou, ainda, que os passaportes sejam tornados sem efeito.

Foto: Lula Marques/Agência Brasil

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.