sábado, 13 de julho de 2024
Euro 5.9574 Dólar 5.4654

FÁBRICAS DE AUTOMÓVEIS DO SUL E SUDESTE SE UNEM CONTRA OS INCENTIVOS NO NORDESTE POR CAUSA DA STELLANTIS EM PERNAMBUCO E BYD NA BAHIA

Redação - 11/08/2023 10:32 - Atualizado 23/10/2023

As principais fabricantes de veículos do País, com sede nas regiões Sul e Sudeste,  se uniram com o propósito de evitar a prorrogação de incentivos fiscais para montadoras instaladas no Nordeste e Centro-Oeste. O principal alvo é a Stellantis, dona das marcas Fiat, Peugeot, Citroën e Jeep, essa última com fábrica em Goiana (PE), inaugurada em 2015, e a BYD, empresa chinesa de carros elétricos que vai se instalar na Bahia, na sede da antiga Ford.

As montadoras do Sul e Sudeste não se conformam porque a Stellantis já detém  31,5% das vendas de automóveis e comerciais leves do País. E o maior problema seria a fábrica de Pernambuco que produz modelos de maior valor agregado, como utilitários esportivos (SUVs) e picapes.

As montadoras do Sul e Sudeste distribuíram um relatório para os deputados e fizeram um lobby fortíssimo que resultou na retirada do artigo da reforma tributária que prorrogava os incentivos para a indústria automobilística.

O Lobby das empresas do Sul e Sudeste visa principalmente a Stellantis, mas também a fabricante de autopeças Moura, em  Pernambuco,  as fábricas da Caoa/Chery e HPE/Mitsubishi, em Goiás, e a BYD que vai se instalar na Bahia e será a maior fábrica de carros elétricos do país.

As montadoras dizem que não são contra a vinda de fabricantes que chegam ao País para desenvolver novas tecnologias, que seria o caso da chinesa BYD, mas apenas a Stellantis em Pernambuco, no entanto, sem os incentivos que elas querem retirar da reforma tributária a empresa não viria para a Bahia. Com informações do Estado de São Paulo e outras fontes .

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.