segunda, 24 de junho de 2024
Euro 5.7878 Dólar 5.3936

MAIOR EMPRESA DE PNEUS E BORRACHA DO MUNDO TRANSFERE PRODUÇÃO DE SÃO PAULO PARA A BAHIA,

Tácio Caldas - 09/05/2023 15:48 - Atualizado 09/05/2023

A Bridgestone encerrou a sua produção em São Paulo, demitiu 600 funcionários e vai transferir a linha de produção para Camaçari, na Bahia, onde já tem fábrica.

O anúncio foi feito pela empresa nesta segunda (8). De acordo com a Bridgestone a produção de pneus para veículos de passeio na fábrica de Santo André, em São Paulo, está sendo encerrada e será transferida para a fábrica localizada em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na Bahia. Ainda segundo a Bridgestone, essa mudança deverá ser efetivada até o final de 2023.

Apesar disso, a fábrica não deixará de funcionar em sua totalidade. Segundo a japonesa Bridgestone, a maior empresa de pneus e borracha do mundo, essa medida acontece devido a uma mudança no objetivo da empresa para a fábrica do ABC Paulista, que passará a se concentrar somente na fabricação de pneus para caminhões, tratores e off-road, além da Firestone Airide, que são molas pneumáticas.

“Esta decisão é parte de um processo contínuo de avaliação do negócio e do mercado, para assegurar a competitividade da companhia e determinar a melhor alocação de recursos, otimizando o portfólio, processos e cultura para seguir servindo às necessidades do consumidor e mercado”, esclarece o comunicado da companhia.

Com essa mudança, aproximadamente 18% do efetivo de profissionais atuantes na fábrica devem ser demitidos, o que equivale a aproximadamente 600 pessoas do total de 3,4 mil funcionários que trabalham na empresa. Sobre este assunto, a Bridgestone informou que este processo resultará em um ajuste de sua equipe no ABC.

Segundo eles, a empresa está “trabalhando junto ao sindicato e aos seus empregados em oportunidades de redução do impacto desta decisão à equipe da linha afetada”. Já o Sindicato dos Borracheiros da Grande São Paulo e Região informou que está realizando assembleias a fim de expor a situação e buscar alternativas aos cortes.

 

 

Foto: Divulgação/Bridgestone

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.