terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.82 Dólar 5.4259

EUCALIPTO: ALTERNATIVA DE RENDA PARA PRODUTORES DE SANTO ANTÔNIO DE JESUS E MUNICÍPIOS VIZINHOS

Redação - 08/09/2022 14:39 - Atualizado 08/09/2022

Região apresenta vocação natural para a atividade, que pode ser consorciada com outras culturas.

Bem estabelecido no litoral norte e agreste da Bahia, o programa Cultive Eucalipto da Bracell chega como alternativa de fonte de renda adicional para proprietários rurais de Santo Antônio de Jesus e cidades vizinhas.

 Em fase de expansão de suas atividades florestais, a empresa, líder mundial do setor de celulose solúvel, busca produtores interessados em produzir eucalipto que deverá ser usado em seu processo produtivo na fábrica no Polo de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

“Santo Antônio de Jesus e municípios vizinhos têm um grande potencial para a atividade florestal graças ao clima e aos solos e pode ser conciliado com outras atividades econômicas. Esse conjunto de fatores foi um atrativo para que a Bracell viesse para a região apresentar uma oportunidade de negócio interessante para médios e grandes proprietários de terra”, diz Altair Negrello Junior, gerente sênior Florestal da Bracell.

Em regime de parceria com o proprietário, o Cultive Eucalipto é um programa de produção de madeira em que a empresa implanta plantios de eucalipto e, posteriormente, presta as devidas manutenções e auxilia na proteção patrimonial da propriedade. “Nosso objetivo é integrar os empreendedores rurais ao processo de cultivo de madeira, contribuindo para que eles diversifiquem suas fontes de renda com um negócio de baixo risco e retorno financeiro altamente atrativo”, afirma Altair.

A companhia – que faz parte do grupo RGE e gerencia empresas com operações globais de manufatura baseadas em recursos naturais – cultiva eucaliptos para extração de fibras de celulose, matéria-prima usada para fabricar medicamentos, roupas, cosméticos, tintas, pneus, telas de LCD e outros produtos.

Para o executivo, o programa beneficia tanto a empresa quanto os produtores rurais. “Além de assegurar a madeira necessária às nossas operações, melhoramos a rentabilidade da propriedade e o parceiro recebe assistência técnica especializada. Quer dizer: ele não precisa realizar qualquer etapa da atividade nem efetuar desembolsos. Todo o processo é financiado e conduzido pela Bracell, desde o preparo do solo até a colheita”, complementa.

Ele informa ainda que, se o produtor quiser, não precisa esperar a colheita da madeira, 6 anos após o plantio, para receber o valor integral do contrato. “A Bracell pode pagar o valor parceladamente, no decorrer do ciclo produtivo. Então, o investidor conta com a solidez de uma empresa que atua há cerca de 20 anos no mercado, como uma segurança adicional”, observa Altair, salientando que, “neste caso, o valor é definido em contrato e não está sujeito à instabilidade do mercado no período nem a fatores naturais que podem interferir na produtividade, como pragas e doenças ou falta de chuva”.

Para participar do programa Cultive Eucalipto, o interessado deve possuir área disponível para plantio acima de 50 hectares e estar com a documentação da propriedade rural em dia, inclusive o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), o Imposto sobre Propriedade Territorial Rural (ITR) e o Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir). Em caso de pessoa jurídica, é necessário ter contrato social ativo. “Outra exigência é quanto ao cumprimento da legislação ambiental. Os mesmos cuidados ambientais que a Bracell adota em suas propriedades ela destina às áreas de seus parceiros”, afirma.

Os interessados em conhecer a empresa podem acessar o site http://www.bracell.com

Para mais informações sobre o Cultive Eucalipto, a empresa mantém o site http://www.cultiveeucalipto.com.br

Foto: Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.