ROMA CRITICA PROPOSTA DE JERÔNIMO SOBRE PONTE

ROMA CRITICA PROPOSTA DE JERÔNIMO SOBRE PONTE

O candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), disse que é muita “cara de pau” do adversário petista, Jerônimo, afirmar que, se for eleito a governador, vai duplicar a ponte entre Juazeiro e Petrolina a partir de 2023″. Mais cedo, Jerônimo disse que já tinha conversado com o presidente Lula sobre a prioridade em duplicar a ponte Juazeiro-Petrolina.

“Uma busca rápida na internet é suficiente para ver notícias de 2008, por exemplo, que informavam que essa obra que ele diz que fará já se arrastava desde o primeiro ano do governo Lula, a quem ele diz agora que vai pedir para concluir. Essa ‘ponte picolé’, como é chamada pelos moradores de Juazeiros, está com os dias contatos”, garante Roma. Segundo ele, é pelo esforço implementado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro para tirar do papel obras que já eram um monumento ao descaso.

“A conclusão da duplicação dessa ponte já havia virado motivo de piada. Em março, estive em Juazeiro com o ministro Tarcísio, que inspecionou a travessia urbana de Juazeiro. A licitação para o início dessa duplicação já estava sendo concluída. A exemplo da Fiol, do Anel de Contorno de Feira de Santana, essa ponte deixará de ser motivo de vergonha”, assinalou Roma.

O candidato a governador pelo PL disse que a “promessa” de Jerônimo Rodrigues é somente uma piada de mau gosto. “Os baianos estão cansado dessa enganação, dessa desfaçatez. Quem não conseguiu tocar nenhuma obra estruturante na Bahia agora diz que pedirá ao ex-presidente para concluir. Quem vai concluir essa obra é o presidente Bolsonaro, que devolveu aos baianos a dignidade de saber que o dinheiro de seus impostos não estão escoando pelo ralo da incompetência e da corrupção”, declarou Roma.

Foto: divulgação