OLODUM DIZ SER CONTRA MUDANÇA DE CIRCUITO DO CARNAVAL

OLODUM DIZ SER CONTRA MUDANÇA DE CIRCUITO DO CARNAVAL

O grupo Olodum, por meio de um comunicado oficial divulgado nesta sexta-feira, 5, se posicionou de forma contrária à proposta do Conselho do Carnaval (Comcar) de transferir o circuito Dodô (Barra/Ondina) para a Boca do Rio. Os dirigentes do bloco disseram que uma troca como essa deve ser feita com mais tempo e  planejamento.

“Em meio a essas discussões, a diretoria do Olodum vem a público manifestar oficialmente a sua posição sobre o fato. Os dirigentes do bloco consideram precipitada a mudança que está sendo proposta a “toque de caixa”, ou seja, de forma açodada, sem planejamento, sem estudos sobre os impactos econômicos e sociais tanto no circuito Barra/Ondina, quanto no novo circuito e sem se preocupar com aqueles que já estão vendendo os seus produtos (camarotes e/ou fantasias), para o Circuito Dodô”, diz trecho da nota.

O grupo destacou também que o bloco Olodum, assim como outros blocos, costuma vender seus abadás com antecedência. E, quando as pessoas adquirem essas vestimentas, querem experienciar aquilo que é prometido nas peças publicitárias utilizadas pelas empresas para impactar os consumidores em como seria a experiência no carnaval de Salvador. Trocar o circuito de lugar, diz o Olodum, poderia até gerar processos judiciais pelos clientes alegando “propaganda enganosa”.

Como sugestão para que não se tenha prejuízo para as partes envolvidas, o Olodum propõe que, se de fato a mudança de circuito acontecer, que seja para o ano seguinte, em 2024 e não em 2023.