MINISTRA DÁ 7 DIAS PARA BOLSONARO EXPLICAR DESFILE NO RJ

MINISTRA DÁ 7 DIAS PARA BOLSONARO EXPLICAR DESFILE NO RJ

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de cinco dias para Jair Bolsonaro (PL) se manifestar sobre alteração do local do desfile cívico-militar do dia 7 de setembro e das comemorações do bicentenário da Independência no Rio de Janeiro. A ministra é a relatora da ação do partido Rede Sustentabilidade, que argumentou que a alteração tem motivação eleitoral.

O partido citou o discurso de Bolsonaro em convenção que lançou o ex-ministro Tarcísio de Freitas ao governo de São Paulo. Na ocasião, o presidente anunciou mudanças no desfile de Sete de Setembro do Rio, que passará da Avenida Presidente Vargas, no centro da cidade, para a Avenida Atlântica, em Copacabana.

A magistrada também determinou que, após Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestem em três dias sobre o assunto. Depois de receber essas informações ela vai analisar se dá uma decisão para atender ou rejeitar o pedido feito pelo partido para impedir as mudanças.

Desde que assumiu a Presidência, esta é a primeira vez que Bolsonaro passa o 7 de setembro no Rio de Janeiro. O estado é seu reduto eleitoral e onde lançou sua candidatura à Presidência da República.