terça, 25 de junho de 2024
Euro 5.8267 Dólar 5.3936

CONHEÇA CINCO ALIMENTOS ALTAMENTE CANCERÍGENOS

Redação - 08/07/2022 14:06

Atenção para os cinco alimentos cancerígenos comprovados pela ciência.

Sempre viralizam informações sobre alimentos que contribuem para o surgimento de câncer no organismo, no entanto, é preciso ter cuidado com as fake news.

Todos nós, estamos cansados de saber que uma boa alimentação, é crucial para uma boa saúde. Mas será que realmente existem alimentos que potencializam a produção de células cancerígenas?

Mas então vamos lá a alguns dos diversos alimentos que contrapõem para uma saúde impecável.

Carnes vermelhas
Diversos estudos apontaram a correlação entre consumo de carnes processadas e desenvolvimento de câncer. Isso não quer dizer que você deve cortá-las da dieta, mas, sim, que precisa controlar e evitar na rotina. Especialistas orientam um consumo limite de 500 gramas por semana.

Refrigerantes
Tem, entre os ingredientes, uma substância química conhecida como 4-MI (4-metil-imidazol), classificada como cancerígena pela Agência Internacional para Pesquisa em Câncer, da Organização Mundial da Saúde (OMS). Evite ao máximo.

Adoçantes do tipo aspartame
De acordo com o Comitê Científico de Alimentação e Saúde, das Nações Unidas, o consumo dessa substância não deve ultrapassar 40 mg para cada quilo de peso corporal já que ela, em excesso, está correlacionada ao desenvolvimento de câncer.

No caso de adoçantes, podem ser substituídos pelos naturais, como xilitol ou stevia.

Bebidas alcoólicas
A ingestão exagerada de álcool pode acarretar risco aumentado para doenças inflamatórias e doenças hepáticas. Com o aumento da inflamação no organismo, o ambiente se torna mais favorável ao desenvolvimento de células cancerosas. Além disso, o álcool também aumenta a produção de radicais livres, e é pró-oxidante.

Chimarrão
Bebida típica do Sul do país, alguns estudos já associaram o consumo ao surgimento de câncer. Acredita-se que essa associação aconteça não pela erva em si, mas fatores como o uso do mate acompanhado do tabagismo e a secagem industrial dessa matéria-prima, feita por meio de defumação. A bebida deve ser evitada por hipertensos e indivíduos que sofrem de doenças no trato gastrointestinal.

Foto: Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.