JAQUES WAGNER FEZ TRANSFERÊNCIA VULTOSA DE RECURSOS PARA O PT, DIZ SITE

JAQUES WAGNER FEZ TRANSFERÊNCIA VULTOSA DE RECURSOS PARA O PT, DIZ SITE

O senador Jaques Wagner (PT-BA) fez uma transferência de R$ 90 mil para a conta do PT, no fim de março de 2022. A transferência chamou atenção, pois o  valor equivale a quatro meses do salário líquido pago pelo Senado. Atualmente, o vencimento bruto de um senador é de R$ 33,7 mil. A informação é da coluna de Rodrigo Rangel no site Metrópoles.

O PT cobra uma contribuição mensal de seus parlamentares para ajudar na manutenção do partido, uma espécie de dízimo partidário que pode variar de 2% a 20% do salário que recebem no exercício do mandato, que devem ser depositados na conta bancária do diretório nacional, conforme prevê o estatuto da legenda.

O que chama atenção é que na média os parlamentares petistas repassam por mês R$ 3,5 mil de seus salários para os cofres do partido, o que, no ano, corresponde a menos da metade do pagamento feito à vista por Jaques Wagner. Nas eleições de 2018, o senador declarou possuir mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras ou ações na Bolsa de Valores.